Bolsas

Câmbio

Blackstone oferta US$ 6 bi por gasoduto Petrobras no NE: Fontes

Cristiane Lucchesi e Paula Sambo

(Bloomberg) -- Blackstone Group juntou-se a seu parceiro brasileiro, o Patria Investimentos, para competir pelo gasoduto da Petrobras no nordeste do país, disseram pessoas com conhecimento do assunto.

Blackstone e Patria são um dos pelo menos 3 grupos que fizeram ofertas não vinculantes de até US$ 6 bilhões para adquirir o ativo, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque as discussões não são públicas. Mubadala Development e EIG Global Energy Partners, conjuntamente, também fizeram uma oferta inicial para uma participação de 90% na Transportadora Associada de Gás S.A., assim como um consórcio liderado pela empresa francesa de energia Engie S.A., de acordo com as pessoas.

Banco Santander é o assessor da Petrobras no negócio, que deve ser fechado antes do final do primeiro semestre de 2018, segundo as pessoas. 

A melhora da economia brasileira atraiu mais grupos para competir pelo gasoduto, comparativamente à venda, em 2016, da Nova Transportadora do Sudeste (NTS), um gasoduto similar na região sudeste, disseram as pessoas. A NTS foi comprada por US$ 5,2 bihões por um consórcio liderado pela Brookfield Asset Management e que incluiu Itausa.

Petrobras, Blackstone, Patria e EIG não quiseram comentar. Mubadala não respondeu imediatamente a pedidos de comentários.

Engie está focando no crescimento orgânico e aquisições que são aderentes à estratégia da empresa de crescimento no mercado brasileiro de gás, focando na cadeia de valor e framework regulatório, e todos os ativos disponíveis nesse setor estão sendo considerados e analisados cuidadosamente, disse uma porta-voz da empresa em resposta por e-mail.

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, estabeleceu uma agenda agressiva para solidificar as finanças da empresa após o duplo desafio da baixa do petróleo e do escândalo de corrupção que se abateu sobre a estatal. Ele está correndo para terminar seu trabalho antes que uma campanha imprevisível para as eleições presidenciais torne difícil a venda de ativos da Petrobras.

Parente tem meta de assinar venda de US$ 21 bi em ativos até junho de 2018, conforme ele disse em entrevista em 14 de novembro no escritório da Bloomberg em Nova York. Na ocasião, ele disse também que o processo de venda de ativos está agora a toda velocidade. A Petrobras dispõe de US$ 40 bilhões de ativos disponíveis para venda. Parente disse ainda que gostaria de fazer a oferta pública inicial de ações (Initial Public Offering, IPO) da BR Distribuidora ainda este ano, mas que isso dependeria de regulamentação e das condições de mercado.

Peter Grauer, chairman da Bloomberg LP, é um diretor não executivo da Blackstone.

--Com a colaboração de Francois de Beaupuy e David Carey

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos