Bolsas

Câmbio

Uber perde licença operacional em mais uma cidade britânica

Nate Lanxon

(Bloomberg) -- A licença operacional da Uber foi suspensa em Sheffield, a quarta maior cidade da Inglaterra.

O conselho legislativo local informou que a suspensão foi ordenada porque a empresa de transporte privado não respondeu aos questionamentos a respeito de sua diretoria e que a Uber não poderá oferecer seus serviços na cidade a partir de 18 de dezembro.

"Se escolher apelar da suspensão, a empresa poderá continuar operando até a análise da apelação", informou o conselho legislativo municipal de Sheffield em comunicado. "Em caso de decisão contrária à apelação, a suspensão entrará em vigor."

A decisão de Sheffield chega após medida semelhante adotada pela agência reguladora do transporte de Londres, que propôs a proibição da Uber na capital britânica por preocupações de segurança. O Reino Unido é o maior polo europeu da Uber e sua apelação contra a decisão da Transport for London de revogar a licença deverá ser analisada em 11 de dezembro.

Endereço errado

A Uber afirma que informou ao conselho em 5 de outubro que o nome do funcionário que figura na licença precisaria ser alterado porque a pessoa estava saindo da empresa, mas que o conselho anunciou que a empresa com sede em São Francisco não poderia mudar o nome e que, em vez disso, precisaria pedir uma nova licença.

"Estamos em contato regularmente com o conselho, mas não recebemos a correspondência à qual o conselho se refere porque as cartas foram enviadas ao endereço errado", disse um porta-voz da Uber.

Sheffield é uma grande cidade do norte da Inglaterra, a quarta maior do país depois de Londres, Manchester e Birmingham. Tradicionalmente uma potência industrial destacada pela siderurgia, a cidade está ganhando mais importância nos ramos de mídias digitais, tecnologia e artes. Um dos maiores sucessos locais é a provedora de internet PlusNet, que foi adquirida em 2006 pela BT Group por 66,7 milhões de libras (US$ 90 milhões) e continua sendo um nome importante no setor de banda larga do norte da Inglaterra.

A Uber informou que, se não conseguir resolver o problema até o prazo de 18 de dezembro, apelará da decisão para continuar operando na cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos