Bolsas

Câmbio

Europa avalia polêmico cancelamento de veto a aditivos no kebab

Jonathan Stearns

(Bloomberg) -- Os parlamentares da União Europeia estão deliberando sobre a composição da carne do kebab ao abordar a disputa mais recente do bloco sobre segurança alimentar.

O Parlamento Europeu em Estrasburgo, França, votará na quarta-feira se permitirá o uso de fosfatos na carne assada em espetos e grupos políticos de esquerda e organizações de defesa ao consumidor resistem à desregulação. Os opositores citam a possível ligação entre aditivos fosfatados nos alimentos e riscos cardiovasculares.

Os proponentes contra-argumentam que os fosfatos manteriam a carne do kebab mais suculenta por mais tempo. Essa vantagem para os produtores levou a Comissão Europeia, o braço regulatório da UE, que é formada por 28 países, a propor o fim da proibição do bloco aos fosfatos na carne do kebab.

O kebab entra assim para uma longa lista de disputas na UE ao longo dos anos sobre a segurança de alimentos como carne bovina tratada com hormônios, frango clorado e organismos geneticamente modificados. Centradas no "princípio da precaução" europeu de que é melhor prevenir do que remediar, as controvérsias colocaram em diversos aspectos a UE contra parceiros comerciais como os EUA e países europeus uns contra os outros.

O comitê ambiental do Parlamento da UE se opôs à proposta da comissão de permitir fosfatos na carne do kebab, afirmando que a situação atual deve ser mantida pelo menos até que a Agência Europeia para a Segurança dos Alimentos publique os resultados de um estudo sobre o assunto. Para que a proibição atual da UE seja confirmada, pelo menos 376 membros do Parlamento, que tem 751 assentos, terão que seguir a recomendação do comitê ambiental.

Já existem algumas exceções à proibição da UE aos fosfatos em "preparações de carne". Estão incluídos breakfast sausages (um tipo de salsicha), carne para hambúrguer com um certo teor mínimo de vegetais ou cereais e presunto de Natal salgado cinza finlandês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos