ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Facebook testará publicidade em vídeos que usuários querem ver

Sarah Frier

18/12/2017 10h24

(Bloomberg) -- O Facebook vai começar a colocar propagandas antes do começo dos vídeos no seu novo produto de entretenimento, chamado Watch, como parte de um esforço para criar um modelo comercial estável para o conteúdo.

O Facebook expandiu o conteúdo disponível no Watch pagando diretamente os criadores dos vídeos. Se conseguir armar um negócio de publicidade suficientemente grande, já não terá que fazer isso. Mas esse futuro está longe e a empresa já modificou sua fórmula várias vezes.

A maioria dos dados que o Facebook coleta sobre o tipo de vídeo ao que as pessoas assistem se baseia nas atividades no feed de notícias. Nesse espaço, assistir a vídeos é uma experiência passiva, em que as pessoas podem se distrair vendo vídeos curtos sobre esportes radicais ou decoração de bolos enquanto navegam pelas postagens dos amigos. Para que o Watch funcione, o consumo de vídeos precisa se tornar mais ativo, como no YouTube, que atrai os usuários como um destino de entretenimento em si.

A rede social afirmou em uma postagem de blog na quinta-feira que também vai mudar o algoritmo do feed de notícias para incentivar os editores a criarem conteúdos que os usuários buscariam ativamente, em um primeiro passo para resolver o problema. No entanto, os anúncios antes dos vídeos não estão sendo testados no feed de notícias. A empresa não informou o número de usuários que acessam o Watch em comparação com os que assistem aos vídeos no feed de notícias.

O Facebook vai aumentar de 90 segundos para 3 minutos a duração de um vídeo que pode ter publicidade durante sua transmissão.

Mais Economia