Bolsas

Câmbio

Sucos, sutiãs, cigarros: o passado das firmas de criptomoedas

Luke Kawa

(Bloomberg) -- A disparada de 1.700 por cento do bitcoin, que gerou um enorme interesse dos investidores por tudo o que tem cripto no nome, provocou uma nova mania no mercado de ações.

Praticamente todos os dias alguma empresa de microcapitalização desconhecida anuncia uma reinvenção corporativa -- às vezes apenas no nome -- que as orienta para o negócio de criptomoedas ou de blockchain. As jogadas pagaram enormes dividendos, muitas vezes imediatos.

Veja um dos exemplos só da quarta-feira: a fabricante de móveis Nova LifeStyle quintuplicou de valor após anunciar a criação de uma unidade chamada "I Design Blockchain Technology Inc." A lista inclui fabricantes de sucos, produtores de ouro e uma firma de design de sutiãs esportivos.

Confira a seguir um resumo do que a nova safra de empresas ligadas à criptografia costumava fazer antes de ver na nomenclatura uma forma viável de criar valor para o acionista.

The Crypto Company

A ação, atualmente interrompida, é o produto de uma aquisição reversa da Croe, que estava em processo de desenvolvimento de sutiãs esportivos inovadores.

LongFin Corp.

Antes da aquisição da Ziddu.com, se descrevia como "uma empresa global de tecnologia financeira com sede nos EUA baseada em inteligência artificial e aprendizagem de máquinas", uma mistura pouco clara de palavras-chave. A companhia comprou a Stampede Trade, que opera com trading eletrônico e criação de mercado. O CEO da LongFin, Venkat Meenavalli, insiste que a imprensa "não entende o que fazemos".

MGT Capital Investments Inc.

A empresa foi originalmente pensada para capitalizar a fama de John McAfee e ter sucesso em cibersegurança, mas o bitcoin mostrou ser um caminho menos volátil para enormes ganhos.

Future FinTech Group Inc.

Antes SkyPeople Fruit Juice, a empresa ainda fabrica produtos alimentícios embalados. Embora não haja muita evidência de que a empresa tenha algo a ver com criptomoedas ou tecnologia de blockchain, suas ações subiram mais de 215 por cento na terça-feira depois que o âncora da CNBC Dominic Chu chamou a atenção para os negócios da empresa.

Nodechain Inc.

A Vapetek, que desenvolve cigarros eletrônicos e vapes, agora possui computadores que pretende usar para a mineração de criptomoedas.

Intercontinental Technology, Inc.

"Fume-os se os encontrar" parece ser um lema adequado para a crescente mudança de foco para a criptografia entre as empresas de microcapitalização. O antigo nome desta era Rich Cigars.

DNA Dynamics

Uma empresa de jogos para dispositivos móveis que também é dona do domínio www.medicalmarijuana-x.comcomprou recentemente uma patente para um caixa eletrônico de bitcoins.

Riott Blockchain

Antes Bioptix, uma empresa de biotecnologia, ainda possui negócios no ramo da medicina, mas agora também investe em criptomoedas e blockchain.

Hive Blockchain Technologies

A única razão pela qual não podemos afirmar que essa empresa passou da mineração de lingotes de ouro como Leeta Gold para a mineração de bitcoins é que ela nunca passou da fase de exploração. Chamava-se Pierre Enterprises, mas anteriormente era Carmelita Resources e antes ainda, Carmelita Petroleum.

Digital Power Corp.

A autodeclarada "empresa de crescimento que busca aumentar as receitas por meio de aquisições e crescimento orgânico" foi uma fabricante de suprimentos elétricos para os setores de defesa e medicina antes de anunciar o plano de se transformar em uma gigante da mineração de moedas.

--Com a colaboração de Lily Katz

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos