ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Blockchain revigora empresas tradicionais como IBM

Olga Kharif

26/12/2017 12h07

(Bloomberg) -- (Bloomberg) ? O blockchain está ficando mais importante para a IBM.

A demanda pela tecnologia, mais conhecida por respaldar o bitcoin, está crescendo tanto que será um dos maiores usuários de capacidade no próximo ano em cerca de 60 centros de dados que a IBM aluga para outras empresas em todo o mundo. A IBM foi uma das primeiras grandes companhias a vislumbrar o potencial do blockchain e contribuiu para uma iniciativa de código aberto e incentivou startups a experimentar a tecnologia em sua nuvem gratuitamente.

O fato de que uma empresa de 106 anos como a IBM esteja apostando alto no blockchain mostra o quanto o livro-razão digital avançou desde seus primórdios, quando era usado como base para transações de drogas em bitcoin na dark web. O mercado de produtos e serviços relacionados ao blockchain atingirá US$ 7,7 bilhões em 2022, em contraste com US$ 242 milhões no ano passado, de acordo com a empresa de pesquisa Markets & Markets.

Isso está criando novas oportunidades para alguns dos antigos líderes do mundo da tecnologia, empresas como a IBM e a Microsoft, que estão fazendo a transição para os serviços na nuvem. E produtos que haviam saído de moda, como os bancos de dados vendidos pela Oracle, estão se tornando atraentes de novo.

"Todas essas coisas terão uma nova vida por causa do blockchain", disse Jerry Cuomo, vice-presidente de tecnologia da IBM Blockchain. "Nossa equipe de vendas adora blockchain porque um cliente que está comprando blockchain raramente sai da loja só com blockchain. Eles saem com várias coisas no carrinho."

Como várias empresas ? como todas as partes envolvidas em uma cadeia de abastecimento ? podem usar o mesmo blockchain, a IBM foi levada a reavaliar a forma de compensar seus associados de vendas. Antigamente, os representantes de vendas recebiam pagamento quando seus clientes compravam tecnologias diretamente da IBM. Agora, eles também receberão uma comissão quando os clientes encorajarem outras empresas a se juntarem a elas em uma rede de blockchain e a usar os sistemas e serviços da IBM, disse Cuomo.

Setor brilhante

O blockchain permite que empresas que fazem negócios entre si possam registrar as transações com segurança. Seu ponto forte é a confiabilidade: é difícil reverter ou modificar o que foi gravado. O blockchain também pode armazenar muito mais documentos e dados que o armazenamento tradicional de banco de dados, o que possibilita ter informações e fazer análises mais detalhadas. Também pode conter contratos embutidos, como um contrato de arrendamento para um carro, cuja chave virtual pode ser transferida para um banco em caso de incumprimento.

"Blockchain é um dos setores brilhantes da tecnologia", disse Roger Kay, presidente da Endpoint Technologies Associates. "Como a infraestrutura de blockchain é bastante robusta, haverá um grande conjunto de receita associada com vendas de equipamentos, software e serviços relacionados para instalações de blockchain."

Em outubro, a Oracle anunciou a formação do Oracle Blockchain Cloud Service, que ajuda os clientes a ampliar aplicativos existentes, como sistemas de gerenciamento de recursos empresariais. Um mês antes, a rival SAP informou que clientes em setores como fabricação e cadeia de abastecimento estavam testando seu serviço na nuvem. E, em 20 de novembro, a Microsoft expandiu sua parceria com o consórcio R3 para facilitar que instituições financeiras implementem blockchains em sua nuvem Azure.

A IBM, por sua vez, foi uma das principais empresas por trás do consórcio Hyperledger, um projeto de código aberto sem fins lucrativos que pretende criar padrões eficientes para o uso comercial da tecnologia blockchain. A IBM também oferece às empresas uma versão gratuita do blockchain em sua nuvem.

Mais Economia