Bolsas

Câmbio

Startup nuclear salva NY de aumento no preço da eletricidade

Jim Polson

(Bloomberg) -- Alguém poderia pensar, em um dia gelado como a terça-feira em Nova York, que os preços da eletricidade disparariam porque a população ligaria aquecedores elétricos para se esquentar. Mas em vez disso os preços caíram em relação aos da semana passada -- e a Big Apple deve agradecer à usina nuclear de uma startup.

A eletricidade à vista caiu 42 por cento na cidade de Nova York no fim da manhã de terça-feira, para cerca de US$ 84 o megawatt-hora, em relação aos níveis de sexta-feira, segundo dados da Genscape compilados pela Bloomberg. A situação coincide com a onda de ar do Ártico que deverá gerar temperaturas noturnas inferiores a -7 graus Celsius e surge após a demanda por eletricidade em todo o estado subir mais que o previsto. Um reator de 1.000 megawatts da usina Indian Point, da Entergy, ao norte de Manhattan, foi reativado no sábado após reparos.

"Mil megawatts é bastante energia, até mesmo para a cidade de Nova York", disse Kit Konolige, analista de serviços de eletricidade da Bloomberg Intelligence em Nova York.

A reativação mostra a influência que um reator pode ter em um mercado de eletricidade, especialmente quando as temperaturas caem. A previsão de geada duplicou os preços do gás natural no atacado na região de Nova Inglaterra, e a região se tornou o mercado mais caro do mundo. A Indian Point é uma usina que a Entergy pretende começar a aposentar em 2020. O governador de Nova York, Andrew Cuomo, tenta fechá-la há anos, mencionando sua proximidade com a cidade de Nova York.

A operadora da rede elétrica de Nova York afirmou em relatório, neste mês, que a desativação iminente não afetará a confiabilidade do sistema do estado.

--Com a colaboração de Naureen S. Malik

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos