Bolsas

Câmbio

Bilheteria de Hollywood em 2017 é a menor em 25 anos

Anousha Sakoui

(Bloomberg) -- Um dado resume 2017 para os estúdios cinematográficos de Hollywood: o cinema chegou ao nível mais baixo em uma geração.

As bilheterias dos cinemas nos EUA e no Canadá caíram 5,8 por cento em 2017, para 1,24 bilhão, o menor público desde 1992, de acordo com as estimativas da empresa de pesquisas Box Office Mojo. O aumento do preço das entradas, de 3,2 por cento em média no ano passado, manteve a receita acima de US$ 11 bilhões, mas isso ainda está abaixo do valor registrado em 2016.

O cansaço com as continuações, uma série de estreias fracas e novidades como a Netflix afastaram o público. Os cinéfilos também reclamaram do preço das concessões, como pipoca e refrigerante. O filme "Star Wars: Os Últimos Jedi" foi um ponto positivo em 2017, porque gerou US$ 533,1 milhões até o fim do ano e ficou em primeiro lugar no mercado doméstico. Mas nem mesmo uma das histórias mais adoradas de Hollywood conseguiu reverter o declínio que começou durante o verão do Hemisfério Norte.

"A indústria deveria se preocupar se esse indicador cair novamente em 2018", disse Geetha Ranganathan, analista da Bloomberg Intelligence. "Especialmente com uma série de filmes mais forte neste ano, a redução do número de espectadores seria um sinal de alerta de que a indústria pode estar em um declínio real."

Além da queda de público, as redes de salas de cinema e os principais estúdios estão se consolidando. No último mês, a Cineworld Group decidiu comprar a Regal Entertainment Group, a segunda maior rede dos EUA, por US$ 3,6 bilhões, e a Walt Disney chegou a um acordo para comprar as operações de entretenimento da 21st Century Fox, inclusive o estúdio cinematográfico da empresa, por US$ 52,4 bilhões.

Se é que existe algum aspecto positivo para os investidores, filmes melhores devem proporcionar retornos melhores neste ano, com uma bilheteria estimada em US$ 11,3 bilhões, de acordo com a Bloomberg Intelligence. E o mercado está crescendo em outros lugares -- como a China, onde os sucessos locais superaram os filmes de Hollywood e marcaram um ano recorde com um aumento de público.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos