ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Mercado automotivo dos EUA encerra 2017 vendendo mais picapes

Jamie Butters, Keith Naughton e David Welch

04/01/2018 14h30

(Bloomberg) -- As fabricantes de veículos fecharam o primeiro ano de queda das vendas nos EUA desde a recessão com a boa notícia de que uma demanda crescente de picapes deu um impulso à General Motors e levou a Ford Motor a ter um ganho inesperado.

As vendas de veículos leves da Ford aumentaram 1,3 por cento no mês passado porque sua linha de picapes F-Series teve o melhor ano desde 2005. A GM informou uma queda mensal menos drástica do que a esperada pelos analistas porque as vendas da Chevrolet Silverado aumentaram 25 por cento.

A projeção era de que todas as grandes fabricantes de veículos informariam um declínio nas vendas ao fechar o primeiro ano de queda do mercado desde 2009, quando a GM e a Chrysler entraram com pedido de recuperação judicial. Mas a maioria das empresas superou ou igualou as expectativas graças a um encerramento de ano forte para os modelos de picape, que estão ajudando as fabricantes a obterem preços recordes, de acordo com o site de compras Kelley Blue Book. As três maiores fabricantes japonesas informaram uma queda nas vendas.

"Este ano será ainda melhor para as picapes porque estão chegando novos modelos", disse Michelle Krebs, analista da Autotrader, na Bloomberg Television. "Sabemos que a Fiat Chrysler vai apresentar uma nova Ram neste ano. A General Motors tem algumas novas picapes de tamanho completo e a Ford acrescentará algumas coisas à F-Series. Então este vai ser o ano da picape."

Queda

O setor registrou uma taxa de venda anualizada, ajustada pelas tendências sazonais, de 17,9 milhões de veículos leves em dezembro, superando a estimativa média de 17,7 milhões dos analistas entrevistados pela Bloomberg. Para o ano completo, as vendas caíram 1,8 por cento, para 17,2 milhões, segundo a empresa de pesquisa Autodata Corp.

A F-Series da Ford foi a picape mais vendida nos EUA pelo 41° ano consecutivo e ampliou para 36 anos seu status de veículo mais vendido do ano. O RAV4 da Toyota Motor foi o veículo utilitário esportivo (SUV, na sigla em inglês) mais vendido e se juntou ao Rogue, o crossover da Nissan Motor, na categoria de carros de passageiros mais vendidos em um ano sombrio para os sedãs.

As vendas do setor provavelmente cairão de novo em 2018, em parte por causa das taxas de juros mais altas e da maior disponibilidade de SUVs usados. A média de estimativas dos analistas é de 16,7 milhões de veículos leves vendidos em 2018, um patamar ainda saudável segundo os padrões históricos.

As picapes, categoria que inclui picapes e SUVs, ganharam participação de mercado no ano passado. Elas representaram 63 por cento das vendas dos EUA, em comparação com 59,5 por cento no ano anterior, segundo a Autodata. Os consumidores gostam do espaço de armazenamento maior, da posição mais alta dos assentos e da economia de combustível melhorada dos SUVs baseados em carros, também chamados de crossovers.

--Com a colaboração de John Lippert e David Westin

Mais Economia