ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Andbank busca expandir-se no Brasil, México e Argentina

Cristiane Lucchesi

09/01/2018 09h07

(Bloomberg) -- O Andbank, banco de Andorra que faz gestão de fortunas, está buscando expandir-se no Brasil e no México, ao mesmo tempo em que quer iniciar atividade na Argentina, aproveitando oportunidade aberta por programas de anistia fiscal que desbloqueiam riquezas na região.

O banco tem 25 bilhões de euros sob gestão e presença em 12 países e junta-se ao Itaú e UBS para competir por US$ 200 bilhões de riquezas recentemente desbloqueadas por programas de anistia tributária no Brasil, Argentina, Colômbia, México e Chile.

Para aproveitar a oportunidade, o Andbank criou no final do ano passado um "Brazil desk" em Miami, liderado por Carlos Gribel, que é o responsável pela área de renda fixa na corretora do Andbank na cidade.

A presença local no Brasil, onde o Andbank possui uma licença bancária completa e cerca de 85 funcionários, também crescerá.

Os planos são de triplicar o negócio em um ano e meio, de R$ 2 bilhões para R$ 6 bilhões em fortunas sob gestão, atendendo clientes com pelo menos R$ 1 milhão, disse Carlos Moreno, diretor-gerente responsável pelas Américas do Andbank.

"Estamos investindo em tecnologia e temos um plano agressivo para contratar pelo menos dez consultores independentes para ampliar nossa presença".

A intenção do banco é estar presente não só em São Paulo, mas também no Rio, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre.

O Andbank também está considerando aquisições de pequenas gestoras de fortunas de famílias, disse Leonardo Marques Hojaij, superintendente de private-baking para o país, em entrevista em São Paulo.

No México, a empresa que o Andbank comprou há cerca de 7 anos, chamada Columbus, também planeja contratar cerca de 15 pessoas, tem 100 hoje.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia