Bolsas

Câmbio

CEO da Iberdrola sinaliza planos de expansão bilionária

Anna Hirtenstein

(Bloomberg) -- A Iberdrola sinalizou que poderia chegar a aumentar seu programa de gasto de capital de 25 bilhões de euros (US$ 30 bilhões) pelo segundo ano consecutivo para garantir que a concessionária espanhola de energia elétrica mantenha o ritmo de eletrificação de tudo, do transporte ao aquecimento.

O CEO, Ignacio Galán, mencionou investimentos de 6 bilhões de euros a 7 bilhões de euros por ano até 2020 em energia renovável, redes de distribuição e tecnologia de armazenamento de eletricidade. Ele disse que não está considerando grandes aquisições.

Essas declarações confirmam a "mentalidade muito conservadora", descrita pelo próprio Galán, para atravessar a turbulência no setor de energia. Como as tecnologias que vão da energia solar de baixo custo ao bitcoin alteram os modelos de negócios das concessionárias de energia elétrica, Galán disse que a Iberdrola tem como objetivo um crescimento "sustentável a longo prazo" e que "não dê surpresas".

"Neste momento estamos concentrados no crescimento orgânico", disse Galán em entrevista no escritório da Bloomberg em Londres. "Mas se amanhã decidirmos comprar, então temos que estabelecer um equilíbrio entre o crescimento orgânico e as aquisições corporativas."

Precursora

Ele descartou a ideia de que a Iberdrola faria uma oferta por uma rival como a concessionária alemã Innogy, dizendo: "Na minha mesa não há papéis com essas coisas". Em vez disso, ele enfatizou a posição da Iberdrola como uma das primeiras no setor de eletricidade a investir muito em energias renováveis e como precursora em incorporar tecnologia digital às redes de distribuição.

Galán disse que o valor do programa seria de "25 bilhões ou 26 bilhões" de euros. Esse número é um pouco mais alto do que os 25 bilhões de euros descritos em fevereiro de 2017, quando a Iberdrola aumentou seu programa de investimento de 2016 a 2020 em 1 bilhão de euros. Um executivo da Iberdrola disse que flutuações cambiais explicam o intervalo mencionado por Galán e que os números serão confirmados no mês que vem, no dia anual de mercados de capital da empresa.

Com cerca de 30 gigawatts de energias renováveis em operação, a oferta de energia limpa da Iberdrola é quase do tamanho de toda a rede elétrica da Noruega. Recentemente, a empresa atualizou seus sistemas para redes inteligentes na Espanha, no Reino Unido e no Brasil.

Projetos

As energias renováveis receberão cerca de 42 por cento do gasto, cobrindo projetos de usinas solares do México até os parques eólicos offshore do Mar do Norte. Outros 42 por cento serão destinados às redes. A Iberdrola operará como una concessionária de energia elétrica construindo e operando usinas elétricas em vez de comprar e vender ativos no setor, disse Galán.

A empresa também focará na construção de armazenamento de energia. Galán considera que a energia hidrelétrica bombeada é a melhor solução para armazenar grandes quantidades de eletricidade, um contraste com o interesse que o uso de baterias para estabilizar a rede gerou no setor.

"Como primeiro passo para manter a estabilidade da rede, nós podemos usar dispositivos", disse Galán. "Mas isso dura minutos, não dias. Não se pode ter uma bateria do tamanho de um estádio".

--Com a colaboração de Rodrigo Orihuela e Francine Lacqua

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos