Bolsas

Câmbio

Gucci abre restaurante que combina alta-costura e alta cozinha

Rachel Tepper Paley

(Bloomberg) -- Na terça-feira, a grife Gucci mergulhou na cena culinária com o luxuoso Gucci Osteria, um restaurante de 50 lugares e paredes verdes dentro do novo Gucci Garden, um conceito experimental de museu e loja no centro histórico de Florença, na Itália. O chef é Massimo Bottura, proprietário do Osteria Francescana, em Modena, que tem três estrelas Michelin e em 2016 foi eleito o melhor restaurante do mundo.

Agora totalmente aberto ao público, o cardápio inclui o desfile de massas que se pode esperar de Bottura, considerando a participação especial recheada de carboidratos do Osteria Francescana na série "Master of None", da Netflix.

https://www.instagram.com/p/BdxZjw3BbHK/?tagged=guccigarden

Os visitantes podem comer pratos sublimes, como um tortellini dourado enriquecido com Parmigiano-Reggiano, um cacio e pepe amanteigado e um cremoso risoto de cogumelos. Mas o cardápio, evidentemente, também tem senso de humor e oferece interpretações de alto nível de cachorro-quente, hambúrguer (fato curioso: Bottura adora o Shake Shack) e, de sobremesa, piña colada. Há também uma quantidade razoável de pratos inspirados nas viagens de Bottura pelo mundo, como tostadas peruanas e pães tingidos asiáticos com bacon gorduroso.

https://www.instagram.com/p/Bdw0V4dnsSj/?tagged=gucciosteria

Os pratos principais custam entre 20 e 30 euros (US$ 24 e US$ 36) cada -- afinal, é um Gucci. "A alta-costura e a alta cozinha são uma combinação ideal de ingredientes", disse Bottura a jornalistas. Não por acaso o CEO da Gucci, Marco Bizzarri, e Bottura são amigos de infância.

https://www.instagram.com/p/BdvULYAlOOh/?tagged=gucciosteria

A Gucci não é a primeira grife a cortejar o mundo da gastronomia. A Prada é proprietária da confeitaria Marchesi, em Milão. A LVMH em breve abrirá a segunda unidade do La Grande Epicerie, seu supermercado de alto padrão. Neste ano, a Tiffany & Co. inaugurou o Blue Box Cafe, de cor azul-turquesa, no quarto andar de sua principal loja em Nova York. A coleção primavera 2018 da Dolce & Gabbana, salpicada de vestidos com estampa de cannoli e brincos de cenouras, parece ter saído da despensa de uma cozinha -- aliás, teve até mesmo uma linha de massas D&G de edição limitada para quem cozinha em casa. E em 2014 a Chanel estava com a cabeça na comida: naquele ano, a marca transformou sua passarela em um supermercado gigante para a Semana de Moda de Paris.

https://www.instagram.com/p/Bdw3KSqnUJ7/?tagged=guccigarden

O Gucci Garden fica dentro do Palazzo della Mercanzia, do século XIV, com vista para a praça mais famosa de Florença, a Piazza della Signoria. O espaço da Gucci abrange uma área de exposição, uma butique que vende itens exclusivos do lugar, um cinema com 30 lugares e, claro, o restaurante. A entrada para os andares superiores -- onde há salas dedicadas a versões antigas e modernas do logotipo da Gucci, itens enfeitados com estampas recorrentes da Gucci (como freios de cavalo e listras vermelhas e verdes) e a exploração da iconografia de animais e jardins da Gucci -- custa 8 euros, e metade desse valor é doado a projetos de restauração de Florença.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos