Bolsas

Câmbio

Apple inicia venda do HomePod na sexta-feira após breve atraso

Mark Gurman

(Bloomberg) -- A Apple anunciou que a caixa de som inteligente HomePod será disponibilizada para venda on-line na sexta-feira e chegará às lojas em 9 de fevereiro após um adiamento em dezembro.

O aparelho de US$ 349 controlado por meio da Siri foi originalmente anunciado em junho passado e representa a primeira incursão da fabricante do iPhone no mercado de aparelhos domésticos inteligentes. O alto-falante é projetado para ser um centro de controle nas casas dos usuários da Apple, servindo como aparelho de streaming do Apple Music, para receber informações meteorológicas e para controlar acessórios como luzes, fechaduras e cortinas. A caixa de som também oferece viva-voz para chamadas pelo iPhone, informou a Apple na terça-feira. No fim do ano, uma atualização de software permitirá que os usuários toquem música em toda a casa com um sistema de distribuição de áudio.

O HomePod chega nas cores cinza e branco e estará disponível nos EUA, na Austrália e no Reino Unido, informou a Apple. O aparelho chegará à França e à Alemanha na primavera (Hemisfério Norte).

O aparelho concorre com as populares caixas de som Echo, da Amazon.com, que, segundo a gigante do varejo on-line, vendeu "dezenas de milhões" de unidades no ano passado e com a linha de alto-falantes Home, do Google. No ano passado, a Amazon lançou um par de caixas de som Echo com tela, uma versão com som mais alto que a original e um novo modelo que se conecta mais facilmente com os acessórios da casa. O Google também apresentou um alto-falante Max, de som mais alto, para o HomePod e planeja um modelo com tela, informou a Bloomberg News.

Em dezembro, a Strategy Analytics afirmou que a Amazon e o Google, combinadas, detinham 92 por cento do mercado de alto-falantes inteligentes no terceiro trimestre do ano passado. A Apple pretende conseguir uma fatia do mercado ao longo do tempo.

O HomePod será a primeira nova grande categoria de hardware da Apple desde o lançamento do Apple Watch, em 2015, e se encaixa no crescente ecossistema de acessórios da empresa, que também inclui os AirPods. A Apple começou a trabalhar no HomePod antes do anúncio do primeiro Echo, informou a Bloomberg. O HomePod provavelmente será superior à maior parte da concorrência em qualidade de som e atrairá os usuários do ecossistema iPhone e iPad da Apple, mas perderá para os aparelhos equipados com Amazon Alexa e Google Assistente no quesito integração com serviços de terceiros.

O atraso na estreia do HomePod constitui a segunda vez em dois anos que um hardware da Apple descumpre o cronograma de lançamento autoimposto pela empresa. Em 2016, o lançamento do headphone sem fio AirPods foi adiado em cerca de dois meses.

A Apple, com sede em Cupertino, Califórnia, prevê a venda de 4 milhões de HomePods em 2018, informou a Bloomberg. O produto será fundamental para a empresa neste ano, juntamente com os novos modelos de iPhone e com a versão do iPad com Face ID.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos