Bolsas

Câmbio

Sotheby's compra startup de IA para identificar preferências

Katya Kazakina

(Bloomberg) -- Quem precisa de talento para encontrar o próximo Picasso se a inteligência artificial pode fazer isso por você?

É nisso que a Sotheby's está apostando com a compra da Thread Genius, uma startup de IA especializada em tecnologias de reconhecimento de imagem e recomendação.

A aquisição é o mais recente passo da Sotheby's para inovar no conservador âmbito dos leilões, que vende obras de arte da mesma maneira há séculos. A Sotheby's espera usar a tecnologia da Thread Genius para combinar compradores com obras de arte disponíveis com base nas preferências dos clientes.

"Tradicionalmente, as transações são realizadas combinando um objeto com a preferência de um indivíduo dentro de determinada faixa de preço, e a Sotheby's conserva dados dessas três áreas", disse Tad Smith, CEO da Sotheby's, em comunicado divulgado na quinta-feira. "Ao usar tecnologia avançada, podemos fornecer informações melhores e combinar esses três elementos de forma mais rápida, oferecendo ferramentas aprimoradas a nossos funcionários e proporcionando uma experiência melhor a nossos clientes e resultados ainda melhores a nossos consignadores."

Questão de gosto

A Thread Genius, com sede em Nova York, foi fundada em 2015 pelos engenheiros Andrew Shum e Ahmad Qamar. Eles vão se juntar à Sotheby's nesta semana. Eles trabalharam anteriormente no serviço de transmissão Spotify, onde ajudaram a desenvolver a tecnologia por trás das recomendações de música. Em sua própria empresa, eles aplicaram uma abordagem semelhante à indústria da moda, usando a IA para entender os gostos dos clientes com base no reconhecimento visual.

"A Thread Genius se baseia no princípio de que nem uma infinidade de palavras pode articular completamente nosso gosto", de acordo com a página da startup no Crunchbase.com. "É por isso que, quando nos perguntam sobre nosso gosto em música, mostramos músicas. Para a moda, mostramos imagens."

Embora o mundo da arte esteja demorando para adotar as tecnologias que estão revolucionando vários setores, das finanças ao varejo, a Sotheby's está tomando medidas do tipo. Nos últimos três anos, a companhia contratou vários executivos de finanças para fortalecer as vendas e as iniciativas de branding. Mais recentemente, a empresa passou a reforçar seu quadro de especialistas em dados.

Richard Vibert juntou-se à Sotheby's no quarto trimestre como chefe de estratégia de dados e análise. Ele está organizando a informação que a casa de leilões coleta sobre vendas e consignações e desenvolvendo métodos para identificar as preferências dos clientes. Vibert trabalhava anteriormente na empresa de capital de risco Arbor Ventures, em Hong Kong, onde era um associado especializado em investimentos em aprendizagem de máquina e blockchain.

Shum era engenheiro de software do Spotify. Ele se formou em engenharia elétrica e informática, com especialidade em física, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Qamar era engenheiro de aprendizagem de máquina no Spotify e se formou em matemática e em física na Universidade de Chicago.

A transação incrementa outra aquisição da Sotheby's, realizada em 2016: o Mei Moses Art Indices, um banco de dados de quase 50.000 vendas reincidentes em leilões em oito categorias de coleção. As condições da compra da Thread Genius não foram divulgadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos