Bolsas

Câmbio

BTG vê oportunidade no crédito com retração de bancos públicos

Vivianne Rodrigues, Felipe Marques e Cristiane Lucchesi

(Bloomberg) -- "Oportunidade para nós no mercado de crédito é muito atrativa", disse Huw Jenkins, vice-presidente do conselho do BTG em entrevista em Davos, citando redução nos balanços do BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

O total de empréstimos pelos bancos públicos caiu 7% para R$ 1,67 trilhões em dezembro, de um recorde de alta em janeiro de 2016, de acordo com dados do Banco Central.

A participação de mercado dos bancos públicos caiu para 54% do total de crédito dos 56% no mesmo período.

A taxa de juros em queda também estimula o BTG a ampliar sua oferta de crédito, à medida que melhora a capacidade das empresas de pagar suas dívidas em dia ao mesmo tempo que a recuperação econômica estimula a demanda por recursos para capex, disse Jenkins.

"Se você olha para o investimento estrangeiro direto que está vindo ao Brasil e o nosso pipeline de fusões e aquisições, há um grande interesse em adquirir ativos brasileiros", disse ele.

"Preços dos imóveis não têm se mexido, por isso, comparado a S&P e outros mercados, Brasil ainda é muito atrativo".

--Com a colaboração de Ney Hayashi

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos