Bolsas

Câmbio

Hipsters transformam cidade natal da Zara em potência espanhola

Thomas Gualtieri e Rodrigo Orihuela

(Bloomberg) -- Os hipsters da Inditex deram uma mão amiga a Miguel Lamas quando ele abriu sua barbearia em La Coruña, no extremo noroeste da Espanha, no auge da crise financeira em 2012.

A Inditex, maior varejista de roupas do mundo, mais conhecida por sua marca Zara, atraiu centenas de trabalhadores altamente qualificados de todo o mundo para a cidade portuária na Galícia, o que transformou a região em um núcleo de árbitros das tendências urbanas e ajudou-a a atravessar a recessão. A região chuvosa e antigamente entorpecida se tornou uma central da moda, e pessoas como Lamas prosperam.

"Nossos clientes geralmente são pessoas de classe média a alta, que investem na própria barba e seguem as últimas tendências, e o pessoal da Inditex estabelece essas tendências", disse Lamas, cuja Hermin's Beauty Salon & Barber Shop fica em uma rua de paralelepípedos no centro da cidade.

A Inditex foi fundada por Amancio Ortega - atualmente a quinta pessoa mais rica do mundo -, que se mudou para La Coruña com sua família quando era adolescente. A empresa, que começou a produzir e vender roupas - e abriu a primeira loja Zara na cidade em 1975 -, tem receita anual de mais de 20 bilhões de euros (US$ 25 bilhões).

O valor de mercado da Inditex subiu de cerca de 9,3 bilhões de euros em sua abertura de capital, em 2001, para 78 bilhões de euros. Com isso, Ortega, 81, adquiriu uma fortuna pessoal de 68 bilhões de euros. E, embora o receio de que a empresa sinalizará um esfriamento das vendas quando divulgar seus resultados em 14 de março tenha derrubado as ações para o menor patamar em três anos recentemente, a Inditex está fortalecendo seus negócios na internet para superar a concorrência e enfrentar a crescente pressão exercida pela Amazon.com.

Esbanjadores

Para a região em torno de La Coruña, a continuidade do sucesso da Inditex é crucial. Cerca de 4.600 de seus 162.400 funcionários em todo o mundo estão na sede em Arteixo, a cerca de 13 quilômetros de La Coruña. Graças à gigante do vestuário, a região já não precisa fazer o que tradicionalmente fez: exportar seus filhos e filhas para o continente americano em épocas de dificuldade econômica.

O fato de que os funcionários da Inditex sejam esbanjadores ajudou, porque esse estilo de vida gerou sua própria economia secundária.

"A equipe da Inditex tem salários altos", disse Félix Blázquez, chefe do departamento de estudos empresariais da Universidade de La Coruña. "Eles procuram lazer e serviços de alto nível, e a cidade mudou para oferecer o que eles demandam."

Os trabalhadores da Inditex com dinheiro para gastar ajudaram a persuadir César Pérez e Luis Jarque em 2012 a abrir La Urbana, um bar moderno com um design sem frescura, sem medo da crise financeira.

"Em pouco tempo, ele ficou conhecido como o bar da Inditex - muitos funcionários da empresa vinham beber aqui", disse Pérez. "A crise em La Coruña não foi tão forte quanto em outros lugares por causa da Inditex."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos