ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Estreia mundial: Bentley chega aos híbridos com SUV Bentayga

Hannah Elliott

06/03/2018 15h37

(Bloomberg) -- Na segunda-feira, em uma festa particular antes do Salão do Automóvel de Genebra, a Bentley Motors revelou o Bentley Bentayga Hybrid. É o primeiro veículo da família de carros da Bentley a contar com propulsão híbrida.

Conforme o esperado, a empresa com sede em Crewe, Inglaterra, deu um toque de prestígio ao seu novo SUV plug-in: o híbrido Bentley Bentayga 2019 vem com fonte de alimentação plug-in feita de materiais sustentáveis e projetada pelo designer francês Philippe Starck, cliente frequente da Bentley. Conta com duas fontes de energia, um motor de combustão V6 de 3 litros e um motor elétrico.

O carro acompanha a versão V8 do SUV de US$ 230.000 que a Bentley anunciou neste ano e que a empresa também exibirá em Genebra. Mas apesar da probabilidade de o V8 vender mais unidades no ano que vem, o híbrido receberá os aplausos.

"O principal do salão de Genebra é o posicionamento e o burburinho", disse Michael Harley, editor-gerente da Kelley Blue Book. "É lógico que marcas como a Bentley tragam os carros que mais desejam promover."

Em relação à Bentley, o novo CEO, Adrian Hallmark, diz que este SUV híbrido é importante porque sinaliza a direção da empresa nos próximos anos: "Este é o nosso primeiro passo rumo à eletrificação."

Após o escândalo do diesel, propulsão híbrida

O novo lançamento da Bentley surge logo após o escândalo na empresa controladora Volkswagen relacionado à falsificação de testes de emissões do diesel, mas o grupo quase duplicou os lucros totais no ano passado em relação a 2016. A companhia produziu o primeiro Bentayga em 2015 e desde então fabricou mais 10.000 unidades do modelo.

O novo híbrido da Bentayga mostra que a Bentley está trabalhando para cumprir as regulações de emissões e para acompanhar o ritmo do setor (Bayerische Motoren Werke e Audi, por exemplo, também fabricam SUVs híbridos plug-in de luxo), independentemente de quantos consumidores realmente exigem um SUV híbrido que custa cerca de US$ 250.000. (A Bentley não quis comentar).

Independentemente das vendas reais, o híbrido ajuda a introduzir uma mentalidade ecologicamente consciente na marca de 99 anos. O motor de combustão V6 e o motor elétrico são combinados com tração nas quatro rodas e múltiplos modos de direção. O carro faz cerca de 50 quilômetros apenas com energia elétrica, autonomia muito menor que a de mais de 560 quilômetros do Tesla Model X, embora desfrute de frenagem regenerativa, como muitos híbridos. A recarga completa leva mais de sete horas com um carregador comum, ou 2,5 horas com um carregador industrial especial. A Bentley ainda não revelou os números de velocidade máxima e de aceleração de 0 a 100 km/h, mas as versões padrões atingem a marca em cerca de quatro segundos.

Luxuoso como o original

O interior segue a mesma linha dos outros Bentayga, com inúmeros opcionais de luxo: assentos profundos com estofado com detalhes em forma de diamante, pedais esportivos com acabamento em alumínio perfurado e resfriador de console central entre eles. Uma especificação "Black" de US$ 10.000 adiciona elementos de fibra de carbono em todo o carro, juntamente com um separador de para-choque dianteiro, painéis laterais, difusor no para-choque traseiro e um proeminente spoiler traseiro.

O híbrido da Bentley também virá com algumas capacidades tecnológicas decididamente superiores, como ignição e monitoramento da bateria remotos, aquecimento e resfriamento remotos e um monitor de status do veículo que mostra sua condição por meio de um aplicativo móvel. Há também à disposição uma tela de controle de alta definição, de oito polegadas, e telas de entretenimento no assento traseiro, de 10,2 polegadas. A ideia é que o híbrido não pareça diferente do Bentayga normal, que é suave, poderoso e ao mesmo tempo grande e luxuoso. Nisso, a Bentley teve êxito.

O preço não foi anunciado. As entregas começam no outono (Hemisfério Norte).

Mais Economia