ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Twitter anuncia medidas para combater golpes com criptomoedas

Nour Al Ali

07/03/2018 14h39

(Bloomberg) -- O Twitter tenta impedir a propagação de golpes relacionados a criptomoedas em sua plataforma, a exemplo de outras empresas de redes sociais que buscam eliminar conteúdos nocivos.

O Twitter está ciente da "manipulação" relacionada às criptomoedas e implementará medidas para "evitar que esse tipo de conta se envolva com outros usuários de forma enganosa", disse um porta-voz à Bloomberg, sem entrar em detalhes.

O Facebook recentemente proibiu anúncios vinculados a criptomoedas, ofertas iniciais de moedas e opções binárias, afirmando que estavam associados a práticas enganosas e ilusórias. No entanto, os anúncios sobre criptomoedas ainda conseguem chegar ao Facebook.

O Twitter emitiu o comunicado em resposta a uma pergunta da Bloomberg a respeito da restrição à conta @Bitcoin. O Twitter preferiu não comentar sobre contas pessoais por razões de segurança. Quem visita o perfil vê a seguinte nota: "Cuidado: esta conta foi restrita temporariamente. Você está vendo este aviso porque ocorreu atividade incomum em sua conta."

A conta @Bitcoin se autodescreve como uma página de "tweets com notícias, informações e preços sobre o bitcoin".

A conta verificada que oferece assistência aos clientes da Kraken informou na terça-feira que havia sido banida do Twitter por tentar alertar clientes a respeito dos diversos artifícios usados por ladrões para roubar ativos digitais pela internet. A Kraken, uma das maiores bolsas de criptomoedas, posteriormente conseguiu revogar a proibição à sua conta de assistência ao cliente.

O CEO do Twitter, Jack Dorsey, também abordou a questão. Em resposta a um comentário no Twitter, em 6 de março, de Emin Gün Sirer, professor associado da Universidade de Cornell, em relação a supostos golpes ligados a criptomoedas, Dorsey respondeu: "Estamos trabalhando nisso."

"Os spams sobre criptomoedas atingiram níveis insustentáveis nos últimos tempos", disse Sirer à Bloomberg. "Estava impossível discutir qualquer assunto sem que algum spammer entrasse fazendo-se passar por alguma celebridade do mundo das criptomoedas para tentar tirar moedas das pessoas com promessas de ganhos fáceis."

Os órgãos reguladores começaram a reprimir o setor de criptomoedas. A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) informou que conseguiu ordem judicial para congelar os ativos de uma oferta inicial de moedas do AriseBank, que seria um golpe. Na sexta feira, o presidente do Banco da Inglaterra, Mark Carney, defendeu uma regulação maior para acabar com a era da "anarquia" das criptomoedas.

Mais Economia