Bolsas

Câmbio

Goldman financia oferta até US$ 8 bi do Mubadala por TAG, dizem fontes

Cristiane Lucchesi, Dinesh Nair e Sabrina Valle

(Bloomberg) -- O Goldman Sachs está arranjando o financiamento para o fundo Mubadala Development e a EIG Global Energy Partners fazerem uma oferta pelo gasoduto da Petrobras no Nordeste, disseram três pessoas com conhecimento direto do assunto.

A oferta pode avaliar a companhia em até US$ 8 bilhões, incluindo dívidas, disse uma das pessoas, que pediu para não ser identificada porque as discussões são privadas.

Dois outros grupos, um liderado pela francesa Engie e outro pela australiana Macquarie, também estão interessados nos 90% que a Petrobras controla na TAG, disseram outras pessoas.

Pelo menos um dos consórcios considera a proposta do Mubadala muito alta para competir, disseram.

A rede da TAG, que percorre dez estados brasileiros, pode ser o maior ativo da Petrobras colocado à venda até o momento e responde por mais de um terço da meta de desinvestimentos da companhia em dois anos até 2018, de US$ 21 bilhões.

Itaúsa, GIC e CPPIB estão no consórcio com o Macquarie, disseram duas pessoas. O Goldman Sachs não quis comentar, assim como Petrobras, EIG, Engie e Macquarie. Itaúsa, GIC e CPPIB não retornaram os pedidos de comentários.

--Com a colaboração de Felipe Marques David Carey e Francois de Beaupuy

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos