ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Guerra comercial leva gestor a considerar vender tudo nos EUA

Matthew Burgess

06/04/2018 12h27

(Bloomberg) -- Nader Naeimi, gestor da AMP Capital Investors, firma que administra US$ 145 bilhões, está tão irritado com a briga dos EUA com a China em torno de tarifas de importação que ele considera se livrar de todos os ativos que comprou nos EUA.

"Em algum momento, você engole o sapo e decide se livrar de todos os ativos, todas as exposições nos EUA", disse Naeimi, responsável pela área de mercados dinâmicos da AMP em Sydney. "Esta é nossa principal consideração agora."

Para Naeimi, o risco associado às tarifas que um país ameaça impor sobre o outro começa a ofuscar todos os aspectos positivos da economia global. Na quinta-feira, o presidente americano, Donald Trump, deu ordem para seus subordinados estudarem tarifas sobre mais US$ 100 bilhões em produtos chineses. Em resposta, a China anunciou que enfrentaria o protecionismo dos EUA "até o fim e a qualquer custo".

"Estamos divididos", disse Naeimi, que administra diretamente US$ 1,4 bilhão e ajuda a supervisionar mais de US$ 60 bilhões na AMP. "Por um lado, os fundamentos estão ótimos e o crescimento global está sincronizado, mas o risco político está ficando grande demais para lidar."

O fundo de Naeimi tem pouca alocação em ações dos EUA. Ele sugere apostar na queda da ação da americana Boeing e comprar papéis da francesa Airbus. "A China tem um acordo gigantesco com a Boeing e poderia revertê-lo facilmente", ele disse.

O gestor anda procurando investimentos que ofereçam proteção contra medidas de retaliação da China. Hoje ele comprou ouro.

"Precisamos encontrar maneiras" de proteger a carteira, ele disse. A maneira mais radical seria vender tudo.

Mais Economia