Bolsas

Câmbio

Alibaba torna SenseTime startup de IA mais valiosa do mundo

Bloomberg News

(Bloomberg) -- A SenseTime Group arrecadou US$ 600 milhões da Alibaba Group Holding e de outros investidores e atingiu uma avaliação de mais de US$ 3 bilhões, tornando-se a startup de inteligência artificial mais valiosa do mundo.

A empresa, especializada em sistemas que analisam rostos e imagens em grande escala, informou que fechou uma rodada de série C nos últimos meses, na qual também participaram a empresa estatal de investimentos Temasek Holdings, de Cingapura, e a varejista Suning.com. A SenseTime não especificou os investimentos individuais, mas a Alibaba teria buscado ficar com a maior participação na startup de três anos.

Com a transação, a avaliação da SenseTime dobrou em poucos meses. Com o apoio da Qualcomm, ela ressalta seu status como uma das empresas chinesas que encabeçam a ambição de Pequim de se tornar líder em inteligência artificial até 2030. E contribui para o maior sistema de vigilância do mundo: se alguma vez você foi fotografado com um telefone fabricado na China ou andou pelas ruas de uma cidade chinesa, é provável que o seu rosto tenha sido analisado digitalmente pelo software SenseTime, incorporado em mais de 100 milhões de dispositivos móveis.

O financiamento mais recente apoiará investimentos em campos paralelos, como direção autônoma e realidade aumentada, cobrirá o custo crescente de profissionais de IA e reforçará seu poder de computação. A companhia está desenvolvendo um serviço chamado "Viper" para analisar dados de milhares de imagens de câmeras ao vivo -- uma plataforma que, segundo expectativas da empresa, se tornará inestimável na vigilância em massa. E a startup já está em negociações para realizar outra rodada de fundos, visando uma avaliação de mais de US$ 4,5 bilhões, segundo pessoas a par do assunto.

"Vamos explorar várias direções estratégicas novas e é por isso que gastaremos mais dinheiro na construção de infraestrutura", disse o cofundador da SenseTime, Xu Li, em entrevista. A empresa se tornou lucrativa em 2017 e pretende aumentar sua força de trabalho em um terço, para 2.000 funcionários, até o fim deste ano. "Nos últimos três anos, o crescimento médio da receita foi de 400 por cento."

A Alibaba, a gigante do comércio eletrônico que também é o maior provedor de serviços em nuvem do país, poderia ajudar a startup em sua enorme necessidade de infraestrutura. A SenseTime planeja construir pelo menos cinco supercomputadores em grandes cidades no próximo ano para impulsionar o Viper e outros serviços. De acordo com o previsto, milhares de vídeos ao vivo seriam transmitidos a um único sistema, onde seriam processados e marcados automaticamente por meio de vários dispositivos, desde scanners faciais em escritórios até caixas eletrônicos e câmeras de trânsito (desde que a resolução seja alta o suficiente). O objetivo final é processar 100.000 vídeos simultaneamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos