Bolsas

Câmbio

Booking.com supera Airbnb com 5 mi de anúncios de hospedagem

Gerrit De Vynck

(Bloomberg) -- O Booking.com, principal website da gigante do turismo Booking Holdings, anunciou que conta com 5 milhões de anúncios não relacionados a hotéis. O número é maior do que o do Airbnb, startup de grande valor à qual é creditado o início da tendência recente de estadia em residências em vez de hotéis.

A Booking Holdings, que antes de mudar de nome se chamava Priceline Group, informou que o número de apartamentos e casas de férias do Booking.com cresceu 27 por cento no ano passado, para 5 milhões. O Airbnb, que foi fundado em 2008, afirmou que conta com cerca de 4,85 milhões, incluindo um total estimado de 200.000 quartos de hotel. Anteriormente, a Booking havia divulgado apenas o número de "propriedades" da plataforma sem relação com hotéis, número que pode ter incluído diversos anúncios.

Empresas de viagens on-line mais antigas, como Booking e Expedia, estão há tempos no negócio de ajudar as pessoas a reservarem outras acomodações além de hotéis, mas principalmente na forma de aluguéis de férias. O Airbnb entrou em cena há uma década e convenceu milhões de pessoas em todo o mundo a abrirem suas casas a estranhos. Isso rendeu a eles uma base em mercados de grandes cidades turísticas, como Roma e Nova York. Nos últimos anos, Booking e Expedia intensificaram os esforços para competir com o Airbnb depois que o aluguel de curto prazo de casas e apartamentos virou a fatia de mais rápido crescimento do setor.

"Estamos nos esforçando bastante para adicionar o máximo possível de casas e residências incríveis à nossa plataforma para assegurar que estamos oferecendo a alternativa e a diversidade ansiadas por nossos clientes", disse Olivier Gremillon, vice-presidente do Booking.com, em comunicado. "Estamos realmente orgulhosos desse marco."

O Airbnb, por sua vez, anunciou que está crescendo mais rapidamente do que o Booking com base na força de sua marca. O Booking, que começou na Holanda e é mais conhecido no exterior, ampliou os investimentos em marketing nos EUA para conquistar clientes mais familiarizados com marcas mais conhecidas, como Expedia e Airbnb.

"O Airbnb está crescendo mais rapidamente e investindo menos porque temos um modelo de comunidade, oposto ao modelo de commodity do Booking", disse um porta-voz do Airbnb, por e-mail.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos