Bolsas

Câmbio

Bunge segue aberta à consolidação após fim de negociação com ADM

Mario Parker

(Bloomberg) -- A Bunge continua aberta a participar da consolidação do mundo do trading de commodities agrícolas apesar de as negociações com a Archer-Daniels-Midland terem terminado recentemente sem acordo.

O CEO da Bunge, Soren Schroder, disse que a empresa mantém a estratégia de buscar joint ventures e parcerias e que o setor de trading de grãos ainda precisa reduzir custos.

"Em muitos lugares do mundo o trabalho conjunto amplia a eficiência e reduz custos", e se "for possível conseguir alguma consolidação no processo, sempre estaremos a favor", disse Schroder, em entrevista na quarta-feira, depois que a empresa divulgou os resultados do primeiro trimestre.

A Bunge, que tem sede em White Plains, Nova York, foi alvo de especulações sobre aquisições nos últimos 12 meses. As conversas avançadas para fusão com a ADM terminaram sem acordo porque a empresa não conseguiu contornar possíveis questões antitruste, disseram pessoas familiarizadas com o assunto no mês passado. Em maio passado, a gigante de commodities suíça Glencore confirmou que fez uma abordagem informal para adquirir a Bunge.

A Continental Grain revelou em março que detém mais de 1 por cento da Bunge e que planeja discutir uma possível venda com a empresa, disseram pessoas familiarizadas com o assunto na ocasião.

A Bunge informou na quarta-feira que seu desempenho deverá melhorar neste ano, o que se deve em grande parte ao fortalecimento do mercado de produtos derivados da soja. A seca na Argentina, o terceiro maior produtor de soja, gerou preocupações em relação à oferta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos