Bolsas

Câmbio

INTL FCStone triplica receita com banco de câmbio no Brasil

Cristiane Lucchesi e Josue Leonel

(Bloomberg) -- A INTL FCStone abriu o banco em 2 de abril e começou a realizar transações de câmbio de qualquer montante, eliminando limite de US$ 100 mil e outras restrições aplicadas a firmas que não têm licença de banco de câmbio.

Com planos de dobrar o número de clientes no Brasil para 1.500, a empresa com sede em Nova York aumentou o capital no país em seis vezes desde janeiro de 2017, segundo o presidente local, Fabio Solferini, disse em entrevista.

Clientes incluem aproximadamente 600 empresas brasileiras, sendo a maior parte do agronegócio, empresas internacionais e fundos que investem na nação, diz.

A INTL FCStone já tinha uma corretora no país, que realizava negociações de futuros de commodities, câmbio, taxas de juros e ações. Com 150 funcionários, empresa também presta consultadoria em gerenciamento de risco, com especialização em commodities, e tem 8 escritórios no Brasil e um no Paraguai.

O plano é abrir mais dois escritórios até 2019, um em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e outro em Primavera do Leste, Mato Grosso.

A corretora tem capital de R$ 38 milhões no Brasil, após dois aumentos no ano passado, enquanto o banco de câmbio tem R$ 10 milhões, segundo Solferini.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos