ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Robôs e bancos disputam US$ 524 bilhões em economias dos suecos

Niklas Magnusson e Hanna Hoikkala

15/05/2018 14h38

(Bloomberg) -- Depois de serem desafiados no mercado de hipotecas, os maiores bancos da Suécia estão se defendendo de uma nova onda de robôs - desta vez, em consultoria de investimentos e gestão de patrimônio.

Uma de suas novas rivais é a Optise, que no ano passado começou a oferecer consultoria independente sobre poupança, dados de fundos e carteiras personalizadas para investidores do varejo por meio de um aplicativo móvel. A empresa, que se refere a si mesma como Opti, enveredou pela gestão de patrimônio depois de ter chamado a atenção de suecos mais ricos.

Isso pode ser problemático para os principais bancos da Suécia, porque os serviços de consultoria e banco privado se tornaram fontes de receita de maior importância nos últimos anos. No mercado hipotecário da Suécia, que é lucrativo e cresce rapidamente, recém-chegados como Enkla e Stabelo já pressionam os preços com novos negócios e modelos de financiamento.

"Não há dúvida de que os bancos tradicionais estão sendo atacados em várias frentes", disse o cofundador e principal executivo da Opti, Jonas Hombert, em entrevista na sede da empresa em Estocolmo. "As novas empresas tendem a olhar para as partes rentáveis, como a gestão de ativos e os empréstimos hipotecários, o que significa que as margens dos bancos estão sob ataque."

Hombert calcula que o mercado sueco de ativos privados de poupança, como ações, economias de pensões e contas bancárias, totaliza cerca de 4,5 trilhões de coroas (US$ 524 bilhões), dos quais 800 bilhões de coroas estão em fundos. A Opti tem grandes ambições e pretende multiplicar por mil o total de investimentos realizados através de seu aplicativo nos próximos 10 anos, para 100 bilhões de coroas, o que equivaleria a uma participação de mercado de cerca de 2 por cento.

Atualmente, cerca de 5 bilhões de coroas em fundos de investimento são monitorados pelo aplicativo Opti, após cerca de 20.000 downloads. Esse número "com certeza vai pelo menos dobrar" neste ano, disse Hombert.

Alguns dos maiores bancos nórdicos estão entrando no espaço digital junto com novos rivais. O Nordea Bank lançou o consultor robótico Nora no final do ano passado, e o Danske Bank, da Dinamarca, tem um serviço similar chamado June. Mas há riscos nesse novo campo de negócios: o Danske foi criticado recentemente pelo órgão regulador dinamarquês por não garantir que June cumpra as normas de proteção do investidor.

Mulheres na mira

Os clientes-alvo da Opti são aqueles que têm dificuldade para obter assessoria de seu banco hoje em dia, ou aqueles que desejam uma forma mais compreensível e transparente de escolher fundos. Um desses grupos são as mulheres, que, segundo Hanna Raftell, diretora de clientes e chefe da administração de patrimônio, estão sendo mal atendidas pelos bancos tradicionais, embora pesquisas mostrem que as mulheres aumentam sua riqueza mais rapidamente que os homens. Dentro da gestão de patrimônio, a companhia atende a clientes que desejam uma abordagem mais simples para economizar.

"As clientes que conheci até agora não estão muito interessadas em toalhas de mesa de linho nem em ingressos para Wimbledon", disse Raftell. "Elas não querem pagar por isso. O que elas querem é um produto realmente bom, fácil de usar e que lhes permita estar no controle."

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia