ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Cidade do Canadá tem melhor mercado de imóveis de luxo do mundo

Natalie Obiko Pearson

17/05/2018 13h48

(Bloomberg) -- Sabe qual é o mercado de imóveis de luxo mais aquecido do mundo? Victoria, na Colúmbia Britânica.

Graças aos compradores chineses e americanos, a capital provincial de 85.000 habitantes ao largo do litoral do Pacífico do Canadá chegou ao topo do "termômetro do luxo" no relatório anual mais recente da Christie's International Real Estate. O estudo analisou mudanças nas vendas, nos preços e no tempo no mercado de 2016 para 2017, convertendo para dólares americanos e incluindo fatores como "tendências de compra, preferências de destino e comodidades em estilo de vida" na definição de luxo.

Victoria ficou apenas em quinto lugar se considerado o preço médio -- aumento de 6 por cento, para US$ 1,2 milhão, em relação a 2016, com máximo de US$ 9 milhões --, atrás de Paris, de Washington, do Condado de Orange, na Califórnia, e de San Diego. Mas essa pequena cidade de chás da tarde e jardins exuberantes subiu quando foram considerados o volume e a velocidade das vendas, aspectos a que a Christie's deu mais peso. O número de vendas cresceu 29 por cento em relação a 2016, enquanto o tempo médio para encontrar um comprador foi de apenas 32 dias, uma das maiores rotatividades do mundo.

Para esfriar o aumento nos preços dos imóveis, que tem provocado irritação localmente, a Colúmbia Britânica vem aplicando taxas de até 20 por cento para aquisições de propriedades por estrangeiros em Vancouver desde 2016 e recentemente ampliou o alcance da taxa para incluir Victoria, que fica na ponta da Ilha de Vancouver. Posteriormente, Ontário aplicou no ano passado um imposto de 15 por cento em Toronto.

É improvável que essas medidas acabem com o apetite por mansões milionárias em Victoria. As vendas em Vancouver e Toronto perderam força, mas os preços não caíram, e a Christie's projeta que eles se manterão também na capital da província.

Além disso, trata-se de uma pechincha. Uma venda típica de imóvel de luxo na cidade de Nova York custa US$ 3,6 milhões. E onde ocorreu a venda residencial mais cara do mundo no ano passado? É possível que você tenha adivinhado essa.

Em Hong Kong, por US$ 360 milhões.

--Com a colaboração de Fion Li .

Mais Economia