Bolsas

Câmbio

Facebook está muito mais pessimista desde escândalo: CTO

Olivia Zaleski e Sarah Frier

(Bloomberg) -- Facebook passou a ter uma "visão muito mais nítida e pessimista" de todas as coisas ruins que podem acontecer na rede social depois do escândalo de vazamento de dados da Cambridge Analytica, disse o diretor de tecnologia Mike Schroepfer.

O Facebook se concentrava em levar seu produto para o maior número possível de pessoas e depois corrigia os problemas que surgiam. Mas a companhia está revendo essa abordagem em meio a uma reação negativa mundial: os críticos acusam o algoritmo de seu feed de notícias de espalhar desinformação e conteúdo sobre terrorismo entre mais de 2 bilhões de usuários. Políticas negligentes relativas ao compartilhamento de dados com terceiros levaram ao vazamento de informações de até 87 milhões de pessoas para a empresa de consultoria Cambridge Analytica, o que ajudou a eleger candidatos republicanos nos EUA, incluindo o presidente Donald Trump.

"Essa é a maior mudança que já vi na empresa", disse Schroepfer na Code Conference, em Rancho Palos Verdes, na Califórnia. "A grande mudança cultural é que as pessoas precisam pensar sobre essas coisas antes de construí-las, não depois."

Schroepfer compareceu diante de legisladores do Reino Unido para prestar depoimento durante horas depois que o CEO Mark Zuckerberg fez o mesmo nos EUA. Após as notícias do vazamento da Cambridge Analytica, o Facebook analisou as políticas de dados de todos os seus produtos para tampar outros possíveis buracos. A companhia suspendeu 200 aplicativos potencialmente problemáticos que usavam seus dados. Mas a empresa precisa trabalhar para reconquistar a confiança de seus usuários, disse o CTO.

"Todos nós lemos as notícias todos os dias e vemos que todos estão com raiva de nós e odiando-nos", disse ele. Até mesmo Tim Cook, CEO da Apple, criticou o Facebook neste ano, dizendo que ele não estaria na mesma posição que Zuckerberg porque seu modelo de negócios não se baseia nos dados dos usuários.

"É fácil chutar quem está caído", disse Schroepfer.

Repórteres da matéria original: Olivia Zaleski em San Francisco, ozaleski@bloomberg.net;Sarah Frier em San Francisco, sfrier1@bloomberg.net

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos