Bolsas

Câmbio

Plataforma de pagamentos Marqeta capta US$ 45 mi em investimento

Julie Verhage

(Bloomberg) -- Talvez a Marqeta nunca se torne um nome famoso, mas seus serviços de pagamentos nos bastidores têm chamado bastante a atenção. A startup de tecnologia financeira anunciou nesta terça-feira a captação de US$ 45 milhões com investidores como a Iconiq Capital, family office que conta com investidores como Jack Dorsey e Mark Zuckerberg, e o banco de investimento do Goldman Sachs.

A Marqeta, cuja plataforma respalda cartões pré-pagos de crédito e débito, tem conseguido aproveitar a onda de crescimento do mercado de pagamentos, de vários trilhões de dólares. O volume de pagamentos da firma mais que dobrou nos últimos seis meses e o tamanho da unidade de cartão virtual deve quadruplicar neste ano, segundo uma pessoa familiarizada com o assunto, que não estava autorizada a falar sobre as finanças da empresa.

A nova rodada da empresa com sede em Oakland, Califórnia, inclui Iconiq e Goldman, além de dois antigos investidores. A entrada de recursos eleva o financiamento total da Marqeta a US$ 116 milhões.

A empresa acumulou clientes como Square, Affirm, Kabbage e Alipay desde a fundação, em 2010. A Marqeta mantém parcerias também com grandes redes, como Visa, MasterCard e Discover Financial Services. A plataforma da empresa permite que os usuários construam sistemas próprios de cartões e de pagamentos, o que pode significar a criação de cartões virtuais personalizados para fornecedores e funcionários, e que concluam pela internet transações realizadas nos pontos de venda. A Instacart, por exemplo, pode entregar um cartão de débito emitido pela Marqeta para que contratados paguem por produtos comprados em lojas. E o Alipay pode usar a empresa para possibilitar que os consumidores chineses paguem instantaneamente com suas contas do Alipay ao fazerem compras nos EUA.

A Marqeta anunciou que o financiamento era uma oportunidade e que não vinha planejando captar mais recursos tão cedo. "Estamos bastante animados para trazer esses investidores para bordo", disse o fundador e CEO Jason Gardner. Ele preferiu não comentar a avaliação alcançada pela empresa, limitando-se a dizer que foi superior à da rodada anterior, de 12 meses atrás.

Gardner afirmou que o financiamento será usado para expandir o crescimento internacional e melhorar as ofertas de produtos existentes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos