ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Starbucks surpreende e eleva preço do café nos EUA

Leslie Patton

08/06/2018 13h25

(Bloomberg) -- O café deu uma cochilada neste ano, mas isso não impediu a gigante Starbucks de aumentar seus preços.

Nesta semana, a rede aumentou o preço de um café coado entre US$ 0,10 a US$ 0,20, para US$ 1,95 a US$ 2,15 por uma dose pequena na maioria das cafeterias operadas pela empresa nos EUA, mas manteve o preço de bebidas mais caras, como Frappuccinos e lattes em 97 por cento das lojas.

"Avaliar os preços periodicamente nos permite equilibrar a necessidade de administrar nossos negócios de maneira lucrativa", afirmou a empresa em um comunicado, observando que o aumento do preço não estava relacionado à capacitação sobre preconceitos da semana passada. Enquanto isso, os futuros de café para o café arábica caíram mais de 6 por cento nos últimos 12 meses.

A empresa afirmou que o aumento está "de acordo com as práticas do setor" e Jennifer Bartashus, analista da Bloomberg Intelligence, disse que acha que isso não vai causar impacto nas vendas.

"O aumento está praticamente em linha com o que todos os outros restaurantes estão fazendo agora", disse ela. "E ele só se aplica ao café coado, então eu acho que não tem muita importância."

Mesmo assim, "surpreende um pouco que eles tenham feito isso logo depois de toda a publicidade negativa que tiveram", acrescentou ela.

Neste ano, a Starbucks tem lutado contra uma desaceleração do crescimento, especialmente em seu mercado doméstico, e enfrentou uma reação negativa nesta primavera (Hemisfério Norte) quando dois homens negros foram presos em uma cafeteria da Filadélfia. O presidente do conselho da companhia, Howard Schultz, anunciou nesta semana que deixará a rede de cafés no fim deste mês, alimentando especulações sobre uma carreira política.

--Com a colaboração de Simon Casey e Marvin G. Perez.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia