PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

China reformula subsídios para baterias de veículos elétricos

Bloomberg News

18/07/2018 12h20

(Bloomberg) -- O setor de baterias para veículos elétricos da China se prepara para uma mudança brutal já que o governo está reformulando os subsídios para atender às demandas tecnológicas mais exigentes de transporte da próxima geração, segundo a Sanford C. Bernstein.

A China construiu uma enorme capacidade nova de baterias nos últimos anos auxiliada pelo apoio generoso do governo, criando os pesos-pesados do setor Contemporary Amperex Technology e BYD, esta respaldada por Warren Buffett. Das mais de 25 produtoras avaliadas pela Bernstein, apenas as duas estão operando em escala suficiente, e com os melhores produtos, tecnologia e pessoas, para ter um futuro seguro, de acordo com a corretora.

"Este é um mercado altamente subsidiado em que o governo colocou dinheiro em tudo e em todos os que quiseram uma chance", disse Mark Newman, analista global líder de baterias, armazenamento de energia e veículos elétricos da Bernstein, em entrevista por telefone no dia 9 de julho. "Agora eles estão tentando reduzir essa dependência e começamos a ver quais são as fabricantes de baterias que valem a pena e que realmente são capazes de sobreviver."

Os problemas recentes da terceira maior fabricante de baterias da China indicam uma mudança iminente no setor.

O plano do governo de reduzir a ajuda às fabricantes de veículos deve modificar o panorama do setor. Após os subsídios mais recentes, que entraram em vigor no mês passado, a China intensificará o desenvolvimento de veículos elétricos com mais autonomia, que necessitam de baterias maiores com maior densidade de energia, muito mais complexas de serem desenvolvidas e produzidas em grande escala.

Outros comentários de Newman, da Bernstein:

- Entre as produtoras com chances relativamente altas de sobrevivência estão a unidade de baterias da Wanxiang Group, da Tianjin Lishen Battery Joint-Stock, da Farasis Energy e da Guoxuan High-Tech.

- As produtoras atuais estão focadas principalmente em baterias de fosfato de ferro-lítio, relativamente fáceis de produzir e comumente empregadas no mercado de ônibus, que está em desaceleração.

- Muitas empresas de baterias existentes terão dificuldades para passar para a qualidade e o tipo de baterias de níquel-manganês-cobalto necessárias para os carros de passageiros.

- A Guoxuan High-Tech espera uma concorrência ainda mais acirrada nos próximos um a dois anos, resultando em uma reestruturação do setor e em um "estágio de desenvolvimento mais saudável" a partir do primeiro semestre de 2020, disse o secretário do conselho, Ma Guifu, por e-mail.

- A Lishen e a Farasis não responderam imediatamente aos e-mails ou pedidos de comentários feitos por telefone. Wanxiang, BYD, CATL preferiram não comentar.

--Com a colaboração de Danni Wu.

To contact Bloomberg News staff for this story: Martin Ritchie em Xangai, mritchie14@bloomberg.net