ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Thornburg vê pessimismo exagerado de investidor c/ Brasil, China

Alexandra Stratton

04/10/2018 19h13

(Bloomberg) -- Traders de mercados emergentes preocupados com as eleições presidenciais no Brasil ou com a escalada das tensões comerciais entre os EUA e a China precisam apenas olhar para o México para saber que as coisas provavelmente ficarão bem, de acordo com Charlie Wilson, da Thornburg Investment Management.

Enquanto os mercados mexicanos estavam agitados, em meio à preocupação de que Donald Trump cancelaria o Nafta e o próximo governo do México arruinaria a economia, eles tiveram uma recuperação no segundo semestre, já que investidores fizeram as pazes com o presidente eleito e as autoridades elaboraram um novo pacto comercial com os EUA. O peso mexicano é a moeda com melhor desempenho global desde 30 de junho e o índice de ações de referência subiu mais de 5% em dólar.

Wilson, gestor de recursos da Thornburg, que supervisiona cerca de US$ 1 bi de ativos, diz que a experiência do México traz lições para investidores de outros mercados emergentes. Ele diz que ativos brasileiros e chineses foram excessivamente punidos com a preocupação de que a guerra comercial minasse o crescimento e de que o próximo presidente do Brasil poderia levar o déficit orçamentário a explodir.

"O sentimento sobre a China e o impacto de uma guerra comercial é negativo além da conta", disse ele. No Brasil, "independentemente de quem for eleito, voltaremos a nos mover de volta ao centro, obteremos algum nível de reforma, e isso é positivo."

Wilson disse que os valuations de ações no Brasil são "extremamente atraentes" no momento e que ele está comprando ações do Itaú Unibanco Holding, "um dos bancos mais bem administrados de todos os mercados emergentes". Ele também gosta da operadora aérea Azul e da B3.

Ele espera que as autoridades chinesas e americanas acabem chegando a uma trégua comercial que não mudará fundamentalmente o relacionamento de comércio EUA-China.

"Há algumas pechinchas reais em empresas incríveis" na China, disse Wilson, que acrescentou que está comprando ações da Ctrip.com International, do Alibaba Group Holding e do Galaxy Entertainment Group. "Há demasiado pessimismo e com isso os valuations se desconectaram dos fundamentos."

Para contatar o editora responsável por esta notícia: Marisa Castellani, mcastellani7@bloomberg.net

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia