ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

No mundo de um bilionário russo, metro quadrado vale US$ 47.000

Gaspard Sebag

10/10/2018 12h33

(Bloomberg) -- Pouco depois de Roman Abramovich ter comprado o imóvel Château de la Croë, há cerca de uma década, na exclusiva península Cap d'Antibes, no sul da França, o cobrador de impostos bateu à porta.

O bilionário russo, segundo as autoridades francesas, tinha subvalorizado a casa de férias e não pagou imposto suficiente sobre o patrimônio em 2006 e 2007. A agência fiscal avaliou o imóvel em cerca de 41.000 euros (US$ 47.000) por metro quadrado comparando-o a vendas efetuadas na mesma época de ativos do mesmo calibre nas redondezas.

Desde então, Abramovich vem tentando de várias maneiras deixar de pagar a conta de 1,2 milhão de euros apresentada pelas autoridades. Seu último esforço, que incluiu uma queixa de que a nova documentação fiscal não foi entregue a ele pessoalmente, foi recusado em 26 de setembro pelo supremo tribunal da França.

Construído no final da década de 1920 para um magnata dos jornais em uma estreita faixa de terra agora chamada de Baía dos Bilionários, o château é famoso por ter sido a residência de várias cabeças coroadas. O rei Edward VIII mudou-se logo depois de abdicar o trono, em 1937, para se casar com a socialite americana Wallis Simpson. O rei Leopoldo III da Bélgica, a última rainha da Itália e Faruk I do Egito também moraram lá.

Na década de 1950, a mansão pertenceu ao bilionário magnata grego Aristóteles Onassis e, mais tarde, a seu rival ao longo da vida, Stavros Niarchos. Na década de 1970, um incêndio destruiu parte do imóvel, que permaneceu abandonado por décadas até ser adquirido por Abramovich.

O porta-voz de Abramovich, John Mann, preferiu não comentar o assunto.

Comparações de luxo

Em seus processos, o russo argumentou que o órgão fiscal francês avaliou excessivamente o preço do imóvel, comparando-o a casas de luxo em lugares muito mais caros.

Os juízes do Cour de Cassation não se abalaram. Eles decidiram que a agência fiscal agiu corretamente ao comparar o Château de la Croë com outros imóveis vendidos em torno da mesma época nas regiões de Saint-Jean-Cap-Ferrat, Cap d'Ail e Antibes. Entre os imóveis semelhantes estavam a Villa Fiorentina, que ao longo dos anos foi ocupada pela família Kennedy, por Elizabeth Taylor e por Greta Garbo. No final de 2004, foi vendida por mais de 73 milhões de euros - incluindo o imposto sobre valor agregado.

Abramovich também reclamou que o órgão francês não considerou adequadamente o dinheiro que ele gastou na reforma do imóvel - um total de 150 milhões de euros ao longo dos anos, incluindo 30 milhões de euros em 2005. As autoridades rebateram afirmando que o preço por metro quadrado calculado inclui um desconto de 30 por cento para 2006 e um desconto de 20 por cento para 2007.

O metro quadrado de imóveis de luxo nessa região exclusiva da Riviera subiu de cerca de 20.000 euros nos anos 2000 e 2001 para 53.000 euros em 2005 e 2006, de acordo com uma estimativa do órgão fiscal francês no processo Abramovich.

--Com a colaboração de Alexander Sazonov e Stephanie Baker.

Mais Economia