ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Criador de campos de golfe monta aérea na Califórnia aos 97 anos

Justin Bachman

01/11/2018 13h07

(Bloomberg) -- Uma empresa aérea startup montada por um criador de campos de golfe de 97 anos espera capitalizar o rápido crescimento entre San Diego e Los Angeles. A pergunta é: será que um número suficiente de passageiros do sul da Califórnia considerará a empresa aérea útil o bastante para deixar de fazer de carro o trajeto até o grande aeroporto de San Diego?

A California Pacific Airlines decola nesta quinta-feira de Carlsbad, no norte do condado de San Diego, com voos para San José, na Califórnia, e Reno, em Nevada. A empresa planeja se expandir para Las Vegas e para o aeroporto Phoenix-Mesa, no Arizona, no fim do mês, com uma frota de quatro jatos Embraer E145 com 50 assentos.

A empresa aérea é um antigo sonho de Ted Vallas, um ávido empreendedor da região que fez fortuna com uma carreira heterogênea abrangendo campos de golfe e projetos de resort em todo o mundo, administrando uma empresa aérea regional e trabalhando em interiores de cabines de aviões.

A empresa aérea tem o objetivo de atrair passageiros do norte do condado de San Diego que buscam voos mais convenientes com saída de um aeroporto menor que não tenha outro serviço comercial, disse Ryan DiVita, diretor de vendas e marketing da empresa aérea. A California Pacific se concentrará em passageiros executivos que se deslocam semanalmente por motivos de trabalho e naqueles que se dirigem a Las Vegas e Reno para atividades de lazer.

"O objetivo é entrar no que entendemos ser um mercado mal atendido", disse DiVita. "Sentimos que o leque de possibilidades de uso de transporte no norte de San Diego justifica seu próprio serviço."

Carlsbad tinha serviço comercial nos anos 1990 com American Airlines, United e America West. São Francisco é o principal destino dos voos com saída do aeroporto internacional de San Diego (a cerca de 56 quilômetros ao sul do aeroporto de Carlsbad), onde a Southwest Airlines é a maior operadora, com 39 por cento de participação de mercado.

A Califórnia Pacific tem um histórico de dificuldades. Inúmeras iniciativas de lançamento fracassaram nos últimos anos devido a disputas com o condado de San Diego e com órgãos reguladores federais. A frota atual e o certificado de operação foram comprados em maio, quando a empresa adquiriu a Aerodynamics. Esta empresa, com sede na região metropolitana de Atlanta, opera as rotas com subsídio federal do programa subsidiado pelo governo federal Essential Air Service de Denver a Pierre e Watertown, em Dakota do Sul -- uma proteção financeira que pode ajudar a Califórnia Pacific a curto prazo.

"É uma ideia inteligente tentar construir um serviço aéreo a partir de Carlsbad, porque houve crescimento ao norte do centro da cidade", disse Henry Harteveldt, analista do setor de viagens da Atmosphere Research Group. Mas, acrescentou, "eles não têm um caminho fácil pela frente".

A California Pacific, que tem 89 funcionários, também avalia oferecer serviços para Oakland, Sacramento, Califórnia e Los Cabos, no México, disse DiVita, o que dependerá do desempenho dos voos iniciais. Como vantagem adicional, a empresa aérea oferecerá aos passageiros serviço de despacho de duas malas sem tarifa, igualando as condições da Southwest, a maior empresa aérea da Califórnia em tráfego. As tarifas introdutórias por trecho variam de US$ 99 a US$ 149.

Mais Economia