ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Carne bovina deve manter margens fortes nos EUA, diz Marfrig

Gerson Freitas Jr.

06/11/2018 15h44

(Bloomberg) -- Os lucros na indústria americana de carne bovina continuarão atraentes por pelo menos três anos, segundo o presidente da Marfrig, que em abril adquiriu um dos maiores frigoríficos dos Estados Unidos.

José Eduardo Miron disse que a demanda por carne bovina deve continuar forte em um mercado maduro no qual a oferta não deve experimentar nenhuma expansão significativa em um futuro próximo, em particular devido à escassez de mão-de-obra.

"Não esperamos para tão cedo uma redução ou qualquer alteração no ciclo", disse Miron, em entrevista por telefone, após a divulgação dos resultados da empresa com sede em São Paulo. A Marfrig adquiriu neste ano uma participação majoritária na National Beef, que tem sede em Kansas City, Missouri, nos EUA, em junho.

A Marfrig divulgou receita líquida superior à estimativa mais elevada dos analistas. Além disso, a empresa gerou fluxo de caixa livre pela primeira vez desde o fim de 2016, ajudada pelo desempenho de suas operações nos EUA.

Os resultados no Brasil também melhoraram, embora as margens continuem pressionadas pela demanda doméstica fraca e pelo acesso limitado aos mercados de exportação, disse Miron. A empresa busca ampliar o número de unidades com permissão para exportar para a China e a Europa e também os embarques para os países do Oriente Médio.

Mais Economia