ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Fujifilm pode se inspirar em Taylor Swift em guerra comercial

Bloomberg News

06/11/2018 14h47

(Bloomberg) -- A Fujifilm Holdings pode estar se inspirando na música "Look What You Made Me Do", de Taylor Swift, e cantando "veja o que você me levou a fazer".

A empresa japonesa estuda transferir a produção da sua popular câmera Instax para fora da China se as tensões comerciais entre Pequim e Washington continuarem. A empresa poderia levar o processo de fabricação das câmeras -- incluindo a SQ6 Taylor Swift Edition -- para Tailândia ou Filipinas, disse Hironobu Taketomi, CEO da Fujifilm China. Atualmente, todas as câmeras são produzidas em Suzhou, cidade localizada a oeste de Xangai.

"O importante é manter a flexibilidade", disse Taketomi, em entrevista, em Xangai, nesta terça-feira. "Não pretendo fazer isso amanhã. Mas se a situação for realmente séria, faremos."

A Instax -- uma versão das câmeras Polaroid que é popular entre os millennials -- tem gerado retorno positivo para a divisão de imagem da Fujifilm apesar de a empresa estar se distanciando de suas raízes, que são as câmeras e os filmes fotográficos. Em agosto, a empresa ampliou a projeção de vendas anuais para 10 milhões de unidades por causa dessas câmeras, citando sua popularidade nos EUA e na Europa.

A lista mais recente de tarifas dos EUA às importações chinesas incluiu itens como câmeras para usos subaquático, aéreo e forense, mas não as câmeras de fotos instantâneas. O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou impor tarifas a todas as importações chinesas.

A Fujifilm também estuda transferir a produção americana de um tipo de papel fotográfico para o Japão ou para a Europa porque o material é importado pela China, disse Taketomi. O papel fotográfico com haleto de prata já é alvo da cobrança de uma taxa antidumping de 27 por cento imposta pelo governo chinês e agora enfrenta mais de 40 por cento em taxas de importação com a imposição de tarifas chinesas, disse.

Como diz Taylor Swift em "Shake It Off", a Fujifilm está aprendendo a "deixar para lá".

To contact Bloomberg News staff for this story: Rachel Chang em Shanghai, wchang98@bloomberg.net;Lisa Du em Nova York, ldu31@bloomberg.net

Mais Economia