ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Recursos de venda da Odebrecht no Peru vão para projeto: Fonte

Cristiane Lucchesi e John Quigley

03/12/2018 16h05

(Bloomberg) -- Os detentores de títulos da dívida externa da construtora Odebrecht não verão a cor do dinheiro que a empresa vai receber na venda há muito adiada de projeto no Peru, disse uma pessoa a par do assunto.

Do valor de US$ 1,4 bilhão da usina hidrelétrica de Chaglla em 2017, a Odebrecht deverá obter cerca de US$ 640 milhões. Metade desse valor será pago ao governo peruano, disse o ministro da Justiça, Vicente Zeballos, na semana passada. Quase todo o resto vai para os credores do projeto em si, disse a pessoa, pedindo para não ser identificada porque o assunto não é público.

Embora o dinheiro do projeto não vá diretamente para os detentores de títulos da dívida externa, que já estão em conversas informais com a empresa para reestruturação da dívida, o acordo com o governo peruano reduzirá os pagamentos futuros, ajudando a preservar recursos, disse a pessoa. Também permite que a Odebrecht venda outros projetos no país e participe de licitações para novos projetos, aumentando sua receita futura, segundo a pessoa.

Consultada, a Odebrecht preferiu não comentar.

A Odebrecht concordou em agosto de 2017 em vender o projeto de 456 megawatts para um grupo liderado pela China Three Gorges para tentar pagar suas dívidas, após se envolver em um gigantesco escândalo de corrupção que paralisou a indústria de construção da América Latina. O acordo teve de ser refeito este ano, depois que o Peru promulgou novas regras sobre vendas de ativos por empresas envolvidas em casos de corrupção.

Zeballos disse que os promotores peruanos estão prontos para finalizar um acordo judicial com a Odebrecht nesta semana, que inclui um acordo sobre quanto a empresa pagará ao Peru em danos. Embora o valor contábil de Chaglla seja de US$ 1,2 bilhão, as obrigações relacionadas a impostos, dívidas e mão-de-obra reduzem o preço da transação quase pela metade, disse ele.

Mais Economia