IPCA
0.13 Mai.2019
Topo

Tim Cook recebe maior bônus anual na Apple, de US$ 12 milhões

Anders Melin

2019-01-09T10:32:55

09/01/2019 10h32

(Bloomberg) -- O CEO da Apple, Tim Cook, recebeu seu maior bônus anual na empresa no ano fiscal 2018 depois que a fabricante do iPhone registrou receita e lucro recorde e que seu valor de mercado superou temporariamente US$ 1 trilhão.

Cook recebeu um bônus de US$ 12 milhões pelo período de um ano encerrado em 29 de setembro, informou a empresa com sede em Cupertino, Califórnia, na terça-feira, em comunicado ao mercado. Ele também foi destinatário de um salário de US$ 3 milhões e de ações avaliadas em US$ 121 milhões de seu prêmio de ações de 10 anos, o que elevou o número total a US$ 136 milhões, além de cerca de US$ 682.000 em gratificações. O bônus estava vinculado às metas de receita e lucro operacional, que aumentaram 16 por cento em relação ao ano anterior.

Esse pode ser um feito difícil repetir. Na semana passada, a Apple divulgou uma demanda por iPhones na China e em outras partes menor do que a esperada e reduziu sua projeção de receita pela primeira vez em quase duas décadas. O anúncio puniu as ações, que caíram 12 por cento desde então.

Outros quatro executivos da Apple receberam bônus de US$ 4 milhões, o que coloca a remuneração total deles em cerca de US$ 26,5 milhões cada, incluindo salários e prêmios em ações. Parte das ações está vinculada a metas de retorno das ações e o restante pertence à pessoa enquanto ocupa o cargo.

A maior parte do ganho de Cook é proveniente do grande prêmio em ações que ele recebeu em 2011, quando sucedeu a Steve Jobs como CEO. Os valores são pagos em incrementos anuais. O número de ações que ele recebe depende, em parte, do desempenho das ações da Apple em comparação com o de outras empresas do S&P 500. Em agosto, Cook recebeu 560.000 ações porque a Apple teve desempenho superior ao de mais de dois terços das empresas ao longo de três anos.

As ações da Apple deram retorno de 49 por cento em seu último ano fiscal, incluindo dividendos reinvestidos, quase o triplo do S&P.

Os detalhes sobre o pagamento da empresa ao diretor de design, Jony Ive, considerado por alguns o funcionário mais importante da empresa, não foram revelados.

--Com a colaboração de Mark Gurman.

Mais Economia