IPCA
0.43 Fev.2019
Topo

CFOs estavam pessimistas antes da queda do mercado em dezembro

Sarah Ponczek

2019-01-10T12:43:44

10/01/2019 12h43

(Bloomberg) -- Antes mesmo do colapso do mercado em dezembro, os diretores financeiros de empresas da América do Norte já estavam pensando na recessão.

Em relatório trimestral divulgado pela Deloitte na quinta-feira, mais da metade dos diretores financeiros entrevistados disseram esperar uma recessão nos EUA até 2020. Ao mesmo tempo, um indicador do otimismo dos CFOs a respeito das perspectivas para suas próprias empresas atingiu o menor patamar em quase três anos.

É notável que o período da pesquisa tenha terminado antes do pior momento da queda das ações -- ela foi realizada de 7 a 20 de novembro. Naquele momento, o S&P 500 tinha caído 10 por cento em relação ao pico, mas esses prejuízos praticamente dobraram em dezembro.

"Considerando que nossa pesquisa foi realizada durante o período de duas semanas encerrado em 20 de novembro de 2018, antes da montanha-russa de dezembro no mercado, os resultados realmente mostram as expectativas de crescimento econômico de longo prazo dos CFOs", disse Sandy Cockrell, líder do Deloitte Global CFO Program. "Apesar de dois anos de forte crescimento econômico e mercados anteriormente otimistas, esses CFOs estão atentos às incertezas no horizonte e se preparam em consonância com isso."

A Deloitte coletou respostas de 147 diretores financeiros nos EUA, no Canadá e no México. A maioria trabalha em empresas com mais de US$ 1 bilhão em receita anual. Dos entrevistados, apenas cerca de um quarto disse estar ficando mais otimista -- quase a metade da parcela que manifestou entusiasmo no terceiro trimestre.

Mais Economia