PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Mercado imobiliário de Londres é o mais afetado pelo Brexit

Jill Ward

13/05/2019 09h38

(Bloomberg) -- O mercado imobiliário de Londres continua sendo o mais atingido pelas perspectivas do Brexit, segundo um relatório da Acadata.

Os preços dos imóveis na capital caíram 1,1% em abril na comparação anual, de acordo com o relatório. Em todo o país, os preços subiram 0,2% no período, para uma média de 302,122 libras (US$ 393.332).

As vendas de imóveis contam uma história semelhante: no índice nacional, houve aumento em relação ao ano passado, juntamente com um maior número de pessoas comprando o primeiro imóvel, "sugerindo que o mercado está crescendo, embora lentamente". Em Londres, no entanto, as vendas caíram 14% em relação ao primeiro trimestre de 2017.

A capital tem sido a mais afetada pela incerteza em torno da saída da Grã-Bretanha da União Europeia, agora prevista para o fim de outubro. Quatro regiões do sul enfrentam queda dos preços dos imóveis, enquanto o País de Gales, as Midlands e a maior parte do norte da Inglaterra mostram ganhos, segundo o relatório.

Os proprietários de imóveis em Londres começam a reduzir os preços para garantir vendas antecipadas, segundo a Acadata, reforçando dados semelhantes coletados pela Royal Institution of Chartered Surveyors na semana passada.