PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Olímpiada de 2024 em Paris vai ficar sem nova linha ferroviária

William Horobin

29/05/2019 15h15

(Bloomberg) -- Turistas que planejam ir a Paris para os Jogos Olímpicos de 2024 não devem bater nenhum recorde no tempo de deslocamento entre o centro da cidade e o aeroporto.

O governo francês decidiu adiar as obras de uma linha ferroviária direta entre a capital e o aeroporto Charles de Gaulle, alegando que acelerar o prazo para terminar o projeto no fim de 2023, como planejado, causaria muitos incômodos aos passageiros que viajam em um trem suburbano que conecta as estações entre o aeroporto e o centro de Paris.

"Nossa prioridade para o transporte do dia a dia não é um slogan; isso significa tomar decisões que, às vezes, são difíceis", disse a ministra dos Transportes, Elisabeth Borne.

A falta de uma linha de alta velocidade pode tirar o brilho dos Jogos Olímpicos de Paris e atrasar uma modernização muito necessária de uma rede de transportes sobrecarregada. O atraso também é um banho de água fria para a operadora de aeroportos Aeroports de Paris e para a companhia aérea franco-holandesa Air France-KLM, que utiliza o Charles de Gaulle como um de seus dois principais hubs globais, juntamente com o aeroporto de Schiphol, na Holanda.

Paris é uma das poucas grandes cidades globais sem conexão ferroviária até seu principal aeroporto, e o trajeto pode levar quase uma hora ou mais, dependendo do dia. Embora a linha CDG Express fizesse parte da promessa de infraestrutura da cidade para a candidatura olímpica, o comitê Paris 2024 disse em comunicado na quarta-feira que o atraso na conclusão das obras não vai afetar as condições de transporte dos visitantes.