IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Moeda do Facebook não ameaça bancos por enquanto: Atlantic

Felice Maranz

21/06/2019 12h47

(Bloomberg) -- Os bancos não estão ameaçados no curto prazo pelos planos do Facebook de lançar uma moeda digital, a Libra, pois desafios regulatórios representam um grande obstáculo, segundo a Atlantic Equities.

Essas "claras desvantagens regulatórias" incluem regras rigorosas sobre conhecimento do cliente e "risco sistêmico"," escreveu o analista John Heagerty em relatório. Se a Libra der certo, o analista vê mais ameaças às processadoras de pagamentos internacionais do que aos bancos.

O Bank of America, o Citigroup e o JPMorgan Chase obtêm seus fluxos de pagamentos "reais" transfronteiriços de clientes corporativos multinacionais, que precisam de produtos complexos do Tesouro e possuem rígidas exigências em operações de câmbio, disse. Este não é o campo de atuação da Libra.

Quanto às remessas domésticas, Heagerty destacou que os bancos já oferecem o serviço Zelle, que é bastante usado, e que compete com o Venmo, do PayPal. Isso significa que os consumidores dos EUA agora são bem atendidos quando se trata de pagamentos peer-to-peer (entre usuários).

Embora a ameaça representada pela Libra possa ser mínima no momento, a Atlantic pretende monitorar de perto seu desenvolvimento. "Os banqueiros já minimizaram as criptomoedas antes, mas estas continuam voltando", disse Heagerty.

Economia