IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Conselho da Rio Tinto tem 3 homens chamados Simon e uma mulher

Thomas Biesheuvel

26/06/2019 13h00

(Bloomberg) -- A Rio Tinto tem três homens chamados Simon no conselho de administração e apenas uma mulher.

A mineradora terá apenas uma mulher no conselho, Megan Clark, depois da renúncia de Moya Greene anunciada na quarta-feira. Os outros nove membros do conselho são todos homens e brancos e três se chamam Simon, incluindo o presidente do conselho.

A renúncia chama a atenção para a desigualdade de gênero no setor de mineração, um segmento há muito tempo dominado por homens e com reputação de condições de trabalho difíceis e trabalho físico pesado. A Rio Tinto disse em relatório anual que sua meta de longo prazo é que as mulheres representem um terço dos diretores e que vai aumentar a representação feminina no conselho de administração à medida que surjam assentos.

Greene estava no conselho há menos de um ano e disse que o cargo estava ocupando mais tempo do que esperava. A empresa iniciou 2019 com três mulheres no conselho, mas Ann Godbehere se aposentou no início do ano.

"O comprometimento de tempo se mostrou mais significativo do que eu esperava, e tomei a difícil decisão de deixar a Rio para voltar a me concentrar em minhas outras funções", disse Greene.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia