IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Brookfield, Endesa avaliam ofertas por ativos da EDP na Europa

Dinesh Nair e Manuel Baigorri

04/07/2019 14h58

(Bloomberg) -- Brookfield Asset Management e Endesa estão entre as empresas que avaliam fazer oferta por ativos de eletricidade na EDP-Energias de Portugal, que podem chegar a cerca de 2 bilhões de euros (US$ 2,3 bilhões), disseram pessoas a par do assunto.

A concessionária portuguesa espera para o final deste mês, o início de ofertas para cerca de 2 gigawatts de projetos de energia hidrelétrica na Espanha e em Portugal, disseram as pessoas, pedindo para não serem identificadas porque a informação é privada. A EDP também avalia o interesse de outros potenciais interessados incluindo Engie, Iberdrola e um braço de infra-estrutura do Macquarie Group, disseram.

Nenhuma decisão final foi tomada e as partes podem decidir não prosseguir com as ofertas formais, disseram as pessoas. Representantes da EDP, Brookfield, Engie, Endesa, Iberdrola e Macquarie preferiram não comentar.

A EDP, parcialmente controlada pela China Three Gorges, está trabalhando para financiar um plano de investimento focado no fortalecimento de seu portfólio de energia renovável nos EUA, Europa e América Latina. A empresa portuguesa disse em março que planeja arrecadar mais de 6 bilhões de euros com a retirada de partes não essenciais de seu portfólio e reduzir as participações em alguns projetos.

Em abril, a Three Gorges encerrou a oferta de aquisição de 9,1 bilhões de euros pela EDP, depois que os acionistas portugueses decidiram manter um teto para os direitos de voto. A Three Gorges, que já é a maior acionista da EDP com participação de 23%, afirmou que continuará sendo um "investidor estratégico de longo prazo".

O investidor ativista Elliott Management afirmou que a oferta da Three Gorges desvalorizou a EDP e pediu que a empresa portuguesa tome medidas, incluindo a venda de sua unidade brasileira e a participação em alguns negócios de distribuição de eletricidade.

--Com a colaboração de Rodrigo Orihuela e Joao Lima.

Repórteres da matéria original: Dinesh Nair em Londres, dnair5@bloomberg.net;Manuel Baigorri em Hong Kong, mbaigorri@bloomberg.net

Mais Economia