PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Carlos Viana deixará Banco Central entre outubro e novembro

Rachel Gamarski e Mario Sergio Lima

11/07/2019 17h17

(Bloomberg) -- (Atualiza para dizer que Banco Central não quis fazer comentário a respeito)

O diretor de política econômica do Banco Central, Carlos Viana, deixará o cargo entre outubro e novembro, disseram duas fontes com conhecimento direto do assunto sob condição de anonimato. A intenção, até o momento, é de que o novo diretor assuma a tempo de participar da última reunião do Copom deste ano, em dezembro.

O atual presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, já iniciou conversas com nomes para substituir Viana, mas a ideia é que o escolhido tenha um pensamento econômico convergente com o restante da diretoria, para que não ocorram solavancos. Após a indicação, o Senado Federal precisa aprovar o nome na Comissão de Assuntos Econômicos e no plenário.

Viana esta à frente da diretoria desde junho de 2016, ainda na gestão Ilan Goldfajn e chegou a ser cogitado por Paulo Guedes, Ministro da Economia, para assumir a presidência do BC. Em novembro, ao anunciar Campos Neto como o novo presidente do banco, Viana afirmou que comandaria a diretoria de política monetária "por um tempo considerável".

Procurado pela Bloomberg, o Banco Central preferiu não comentar.