PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Chefe de renda fixa do Credit Suisse no Brasil vai para o Nubank

Felipe Marques

31/07/2019 10h10

(Bloomberg) -- Guilherme Lago, veterano de 13 anos do Credit Suisse, deixou o banco suíço para se juntar a uma das fintechs de crescimento mais rápido da América Latina.

Lago, que até março era o responsável pela área de produtos estruturados de renda fixa do Credit Suisse Brasil, se juntou em junho ao Nubank como responsável pelas atividades de mercado de capitais, tesouraria e planejamento de liquidez e de capital, de acordo com um comunicado enviado pelo Nubank.

Ele se reportará ao diretor financeiro, Gabriel Silva, e a Ivan Monteiro, ex-presidente da Petrobras, que o Nubank contratou como consultor de finanças em julho.

Lago estava no Credit Suisse desde 2006, depois de passar pela McKinsey & Co. e pela Advent International, de acordo com sua página no LinkedIn. Stephane Lopes assumirá sua função no Credit Suisse, como responsável pela área de produtos estruturados de renda fixa do Credit Suisse Brasil, informou o Credit em comunicado enviado por e-mail.

O Nubank, avaliado em US$ 10,4 bilhões em sua mais recente captação de recursos, é a sexta maior instituição financeira do Brasil em número de clientes, com uma base de mais de 12 milhões de pessoas no país. Além do seu produto inicial, um cartão de crédito, a fintech oferece atualmente contas digitais, cartões de débito e empréstimos. Recentemente, começou a testar um produto para pequenas e médias empresas. A empresa também vem diversificando suas fontes de financiamento, atraindo cada vez mais investidores de varejo.