Topo

BHP contrata Macquarie e JPMorgan para deixar carvão: Fontes

Thomas Biesheuvel, Dinesh Nair e David Stringer

07/08/2019 15h26

(Bloomberg) -- A BHP, maior mineradora do mundo, contratou o Macquarie e o JPMorgan Chase para coordenar seu plano para sair do negócio de carvão térmico, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

O Macquarie recebeu um mandato para vender os ativos australianos da BHP, enquanto o JPMorgan ficou encarregado de encontrar um comprador para sua participação em uma mina de carvão colombiana, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas, já que as negociações são confidenciais. Ainda assim, embora a BHP tenha planos de sair do setor, não há garantia de que a empresa realmente venda os ativos, disseram pessoas a par do assunto no mês passado.

Um porta-voz da BHP não quis comentar. Macquarie e JPMorgan também não quiseram dar entrevista.

A estratégia da BHP para o carvão térmico mostra como a crescente pressão de investidores e reguladores para reduzir os efeitos da mudança climática está redesenhando o futuro das indústrias extrativas. A rival Rio Tinto já reduziu toda a exposição ao carvão térmico, enquanto a Anglo American tem diminuído a produção no segmento. Até mesmo a Glencore, maior exportadora, disse que vai tentar limitar a produção.

Para contatar a editora responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Thomas Biesheuvel em Londres, tbiesheuvel@bloomberg.net;Dinesh Nair em Londres, dnair5@bloomberg.net;David Stringer em Melbourne, dstringer3@bloomberg.net

Economia