IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Bayer e Elanco perto de fechar acordo em saúde animal

Riley Griffin, Dinesh Nair e Manuel Baigorri

08/08/2019 15h42

(Bloomberg) -- A Elanco Animal Health, braço da Eli Lilly que abriu capital no ano passado, tem como objetivo chegar a um acordo na próxima semana para combinar suas operações com a unidade de saúde animal da Bayer, disseram pessoas com conhecimento do assunto.

As empresas esperam anunciar o acordo por volta de 13 de agosto, quando a Elanco divulga balanço, disseram as pessoas, que pediram anonimato. A Elanco, que tem valor de mercado de cerca de US$ 12,3 bilhões, planeja pagar pelo menos parte do custo de aquisição com ações, segundo as fontes.

A Bayer está vendendo unidades para se concentrar nos negócios principais depois da compra da Monsanto por US$ 63 bilhões, acordo que causou uma enxurrada de ações judiciais, que alegam que o herbicida Roundup, agora de propriedade da empresa alemã, causa câncer. A gigante alemã concordou em vender sua participação majoritária em um empreendimento de produtos químicos na quarta-feira em um negócio avaliado em US$ 3,9 bilhões, e dois testes com o Roundup foram adiados como resultado da pressão sobre o presidente da Bayer, Werner Baumann, para chegar a um acordo nos processos.

A Bayer teria uma participação minoritária significativa na Elanco, segundo o acordo sendo discutido, de acordo com outra pessoa. As empresas estão atualmente discutindo possíveis questões antitruste e identificando quais empresas provavelmente precisarão vender para obter aprovação regulatória, disse a pessoa.

A Bayer disse em comunicado que está no caminho certo para sair do negócio de saúde animal e que seu foco principal é a venda dos ativos. A empresa alemã também continua considerando todas as opções de maximização de valor, disse o comunicado, sem dar mais detalhes.

A Elanco cresceu rapidamente por meio de pelo menos 10 aquisições desde 2007, incluindo a aquisição de US$ 5,4 bilhões da unidade de saúde animal da Novartis. Um representante da Elanco não quis comentar.

--Com a colaboração de Tim Loh e Nabila Ahmed.

Para contatar a editora responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Riley Griffin em N York, rgriffin42@bloomberg.net;Dinesh Nair em Londres, dnair5@bloomberg.net;Manuel Baigorri em Hong Kong, mbaigorri@bloomberg.net

Mais Economia