IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Valor de mercado da Visa supera capitalização de seus ex-donos

Elizabeth Rembert

08/08/2019 07h57

(Bloomberg) -- No passado, os maiores bancos dos Estados Unidos controlavam a Visa. Agora, gostariam de estar à sua altura.

O valor de mercado da rede de pagamentos subiu para US$ 348 bilhões na quarta-feira, superando pela primeira vez a capitalização do JPMorgan Chase. Com isso, a Visa agora é a segunda empresa financeira mais valiosa do mundo, atrás apenas da Berkshire Hathaway.

O JPMorgan controlava a Visa com outros bancos antes de abrir o capital da empresa em março de 2008, em uma das maiores ofertas iniciais da história. Desde então, as ações da Visa dispararam quase 1.500%, enquanto o índice KBW Bank avançou 15%.

Ken Chenault, ex-presidente da American Express, em 2017 classificou a decisão dos bancos de desmembrar a rede de cartões como "um dos maiores erros estratégicos dos últimos 20 anos. Abriram mão por um baixo preço, e agora os papéis estão totalmente invertidos".

A Visa estava intrinsecamente preparada para o sucesso, disse David Ritter, analista de pagamentos da Bloomberg Intelligence. A rede oferecia infraestrutura para pagamentos eletrônicos justo quando o comércio digital começou a despontar, e seu papel de intermediária nas transações proporciona altas margens de lucro com baixos custos e riscos.

"O grande vento a favor é o comércio eletrônico", disse Ritter. "Estão em um ótimo negócio e em uma posição muito invejável."

--Com a colaboração de Jenny Surane.

Para contatar a editora responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Economia