IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Teles dos EUA fecham acordo para combater ligações de robôs

Jonathan Reid e Susan Decker

22/08/2019 16h32

(Bloomberg) -- AT&T Inc., Verizon Communications Inc. e outras 10 grandes empresas de telefonia assinaram um acordo com 51 procuradores-gerais para adotar a tecnologia capaz de bloquear as chamadas feitas por robôs.

O acordo, anunciado na quinta-feira, ajudará a proteger os consumidores do recebimento de ligações ilegais de robôs e ajudará as autoridades a investigar e processar os maus atores, disse o procurador geral da Carolina do Norte, Josh Stein, que lidera o esforço que inclui 50 estados e o distrito de Columbia.

Pelo acordo, as empresas lançarão a tecnologia de bloqueio de chamadas sem nenhum custo para os consumidores e disponibilizarão outros dispositivos e aplicativos gratuitos para os assinantes com esse objetivo.

"Assumindo esses princípios, os líderes do setor estão tomando novas medidas para impedir que o telefone toque com uma ligação indesejada", disse Stein em comunicado.

As empresas estão sob pressão para proteger os consumidores contra as chamadas indesejadas, que são uma das principais fontes de reclamações junto à Comissão Federal de Comunicações dos EUA. Em todo o país, houve 48 bilhões de ligações de robôs no ano passado, acima dos 31 bilhões em 2017, de acordo com uma contagem do YouMail Inc., um desenvolvedor de software que bloqueia as chamadas.

Em julho, a AT&T, Verizon e T-Mobile US Inc. disseram que estavam progredindo em direção à instalação de tecnologia para autenticar as chamadas, para que os consumidores possam identificá-las. O órgão regulador exigiu que a tecnologia esteja em vigor até o final do ano.

"Todo americano está absolutamente cansado das ligações de robôs", disse a procuradora-geral de Arkansas, Leslie Rutledge.

--Com a colaboração de Erik Larson e Scott Moritz.

Repórteres da matéria original: Jonathan Reid Arlington, jreid98@bloomberg.net;Susan Decker Washington, sdecker1@bloomberg.net

Mais Economia