PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Empresa espacial alemã vai disputar mercado de foguetes com Musk

Foguete Ariane 5 carregando dois satélites, um deles contruído pela OHB System - Jody Amiet/AFP
Foguete Ariane 5 carregando dois satélites, um deles contruído pela OHB System Imagem: Jody Amiet/AFP

David Verbeek

27/08/2019 08h01

A fabricante de satélites alemã OHB está desenvolvendo um foguete espacial para pequenas cargas úteis, um campo para lançadores explorado por empresas privadas como a Space Exploration Technologies, de Elon Musk.

O voo inaugural do foguete em desenvolvimento está programado para o final de 2021, disse Marco Fuchs, CEO da OHB, em entrevista. A empresa tem uma equipe de cerca de 35 funcionários em Augsburg, no sul da Alemanha, trabalhando no chamado minilançador projetado para levar pequenas cargas úteis para a órbita e com uma abordagem de baixo custo, disse Fuchs. Os principais componentes do foguete já foram desenvolvidos e testados.

"Construir nosso próprio foguete é um passo lógico para a OHB", disse Fuchs em entrevista na sede da empresa em Bremen, Alemanha. "Vamos nos tornar nosso próprio cliente e lançar nossos próprios satélites."

A OHB, que tem ações em bolsa mas opera sob controle familiar, ficou conhecida como fabricante de satélites, incluindo módulos para o sistema europeu de navegação Galileo, além de modelos para telecomunicações e observação da Terra, um mercado que, segundo Fuchs, mostra as melhores perspectivas de crescimento. A estreia na fabricação de foguetes ajudaria a OHB a se tornar mais independente dos grandes lançadores que atualmente dominam o setor, dando-lhe mais flexibilidade e maior controle de custos.

Por enquanto, os satélites da OHB são lançados por provedores de serviços externos, como a Arianespace e a SpaceX, de Musk. A SpaceX estabeleceu um recorde em 2018, com 21 decolagens para clientes e é especializada em foguetes reutilizáveis que são recuperados após o retorno à Terra.

A OHB não comentou sobre possíveis locais de decolagem para seu próprio foguete. Embora a Arianespace use a base espacial Kourou na Guiana Francesa, existem locais de exploração nas ilhas portuguesas dos Açores, bem como na Escócia, Suécia e Noruega.